top of page

Viver Bem: Com vai o seu intestino?

Publicado em:
17 de fevereiro de 2023 15:00:00
Atualizado em:
17 de fevereiro de 2023 21:14:43
Viver Bem: Com vai o seu intestino?
Crédito Imagem:


A correria do dia a dia – o estresse – provoca muitos sintomas ruins e um deles é o tal “intestino preso”. Para que o intestino funcione como o nosso corpo precisa, é fundamental se alimentar corretamente, algo difícil de se conseguir para a maioria das pessoas, já que a rotina é pesada e falta tempo e disponibilidade para se organizar quanto a comer certo. Sem contar a questão financeira e preços altos dos alimentos.

No dia a dia é muito mais fácil comer um lanche rápido, geralmente gorduroso, e deixar de lado a ingestão de frutas, verduras e legumes provocando intestino preso, ou prisão de ventre, ou constipação intestinal. O nome correto desse mal é constipação intestinal e ela resulta em pele opaca, seca e sem vida, barriga estufada, vontade de defecar e não consegue. E, em algumas pessoas, provoca também dor de cabeça.

Mas, vamos preferir o termo popular: prisão de ventre. Podemos classificar a prisão de ventre em duas etapas: a primeira ocorre quando a pessoa tem um número reduzido de evacuações (duas ou três vezes na semana), e a segunda, quando tem dificuldade para eliminar as fezes.

Vários fatores podem colaborar para que o intestino não funcione direito, entre eles a falta de ingestão de alimentos fibrosos. Na maioria das vezes, pode ser ocasional, mas, ao longo do tempo, a prisão de ventre tende a tornar-se crônica. Quando as fibras não são suficientes ou até escassas, o organismo já começa a reclamar e um dos primeiros sintomas é o aparecimento de prisão de ventre.
As fibras são imprescindíveis para o bom funcionamento do intestino, pois retém maior quantidade de água e aumentam o volume das fezes, auxiliando na formação do bolo fecal e na sua eliminação.

As fibras podem ser classificadas como solúveis e insolúveis. As solúveis, depois de ingeridas, transformam-se num gel e captam as gorduras e açúcares que ficaram no estômago, levando-os para o intestino, por isso, podem auxiliar na redução do colesterol e glicemia do organismo. As fibras solúveis podem ser encontradas em alimentos como feijão, lentilha, vagem, nas frutas com casca e bagaço e verduras. Já as fibras insolúveis absorvem mais água, têm como ação fundamental acelerar o trânsito intestinal. Essas fibras são encontradas nas verduras, cereais integrais e farelo de trigo. É bom inserir os cereais no café da manhã e também tomar bastante líquido, sendo a água fundamental.

Frutas como maçã, goiaba, pêssego e ameixa podem ser ingeridas com casca, mas antes precisam ser muito bem lavadas e higienizadas.

Uma boa dica: faça o possível para substituir o sanduíche ou aquele prato de macarrão por arroz e feijão. Acredite essa ainda é a opção mais nutritiva quando o assunto é alimentação correta.

Leia Mais ...
bottom of page