top of page

Ano da Remissão - Tatiana Munhoz

Publicado em:
19 de janeiro de 2020 18:00:34
Ano da Remissão - Tatiana Munhoz
Crédito Imagem:

2020 chegou e, com ele, novas oportunidades.  Ou, pera aí, serão novas mesmo?  Já sabemos que velhas atitudes e hábitos corriqueiros não produzem frutos novos, seja qual ano for. Então, bora lá, através da retrospectiva pessoal, firmar objetivos realistas e começar a correr atrás deles.

Depois de um ano turbulento como foi o de 2019, em muitos aspectos, principalmente no despertar do cidadão na interação e opinião sobre o que lhe cerca, creio que as palavras para este ano poderiam ser: remissão e redenção.

Remissão nos remete ao cancelamento de alguma dívida ou penalidade. É o ato de remitir, perdoar.  Já redenção é retomar algo, ganhar posse para que a dívida seja paga.   Seria  como um resgate.

Cada pessoa tem uma missão, um dom específico que deve ser usado diariamente para que o ano seja melhor. Não temos a menor noção do que enfrentaremos pela frente, muito menos prever que ele nos traga somente bons momentos. Mas, de uma coisa eu tenho certeza: o seu posicionamento perante as situações ditará o caminho a ser trilhado para a conquista do objetivo final.

Assim como nas empresas é muito comum escutar sobre o método SMART, um acrônimo em inglês que se refere a “específico, mensurável, atingível, relevante e temporal”, porque não o aplicar na vida pessoal também, melhorando a saúde, o convívio familiar, social, seguindo um ritmo de diretrizes claras rumo a um objetivo específico dentro de um período, para que se tenha um motivo pelo qual acordar todas as manhãs?

O mês de janeiro sempre foi um mês marcado por inícios de várias atividades que foram prometidas no findar do ano anterior. Também é um período de muita especulação e divulgação de inúmeros indicadores, presumindo que irá ser um ano melhor do que foi 2019.  Até o primeiro cérebro humano sintético está previsto para ser lançado, tanto como prevista a escavação em solo lunar, e o aumento significativo no número de veículos autônomos, sem a necessidade de um motorista, entre outros.

Trazendo tudo isso para nossa realidade, aquela do dia a dia, é bom lembrar e anotar dicas importantes que, independente do ano, do avanço da tecnologia ou do clima político, são de extrema valia para uma vida equilibrada.  Programar-se para gastar somente aquilo que ganha, parar com compras compulsivas, reservar um dinheiro para emergência, controlar seu cartão de crédito e reservar algo para a aposentadoria, ainda continuam sendo atitudes inteligentes e duradouras.

Uma situação que temos que ter muito cuidado nesse ano é com o avanço das compras online, uma facilidade da internet que está cada vez mais presente no nosso dia a dia. Mobilizam operações industriais e comerciais, mas podem, sutilmente, interferir no comportamento e estilo de vida de muitos consumidores, nos fazendo mais sedentários, sem um convívio social e sem nos colocar em situações de confronto, por exemplo, quando estamos discutindo na loja sobre um desconto na mercadoria que queremos.

Seja seu envolvimento pessoal na sociedade, na família, no profissional ou no trato com você mesmo, a única situação que mude seja o seu pensamento em pró de algo que você acredita e, na realidade, isso é tudo o que você precisa.   Nada é mágico.  A mudança que você quer está em você.  Se redima!

Leia Mais ...
bottom of page