top of page

A beleza do essencial: como utilizar elementos primordiais na arquitetura e no paisagismo

Publicado em:
10 de julho de 2023 18:00:00
A beleza do essencial: como utilizar elementos primordiais na arquitetura e no paisagismo
Crédito Imagem:

O paisagismo pode ser visto como algo complexo por muitas pessoas. Entretanto, para fazer bonito na composição do jardim ou da varanda não é preciso se preocupar tanto assim. Para isso, basta recorrer a elementos e materiais que são conhecidos de todos e que estão presentes na vida das pessoas desde os primórdios – como a areia, a madeira e o fogo. Para explicar qual a importância deles e como incluí-los na decoração de áreas externas, as paisagistas Gabi Pileggi, do escritório Jardineiro Fiel, e Luciana Bacheschi – que assinam o ambiente Jardim Sereno, na CASACOR SP 2023 – apresentam algumas dicas bem interessantes.

Como começar:

Primeiro, é preciso entender como foi concebido o espaço das profissionais na maior mostra da decoração do país, para então compreender como o uso desses três elementos contribuiu para uma atmosfera harmoniosa. Gabi e Luciana criaram um verdadeiro refúgio de contemplação dentro do Conjunto Nacional, que fica justamente em uma das vias mais agitadas do Brasil – a Avenida Paulista. Portanto, se elas conseguiram tal resultado em um endereço com tanto contraste, também será possível replicar algumas ideias em outros ambientes mais calmos. Confira a seguir!


Fogo de Chão

Inverno pede calor e acolhimento. Nada melhor do que reunir os amigos em torno de um fogo de chão, ou seja, o tipo de lareira específica para o jardim. Segundo as paisagistas, esse item charmoso sempre funciona bem em áreas externas, especialmente nos dias de frio mais intenso. Porém, alguns pontos são importantes antes de realizar a escolha do modelo, assim como da localização do fogo de chão. Atualmente, o mercado oferece diversos modelos e tamanhos do produto: os menores – para varandas e quintais enxutos, e maiores – para jardins e terraços residenciais ou até mesmo para áreas externas de chácaras e sítios.

Na hora de criar o local que receberá o fogo de chão, Luciana indica que seja feita uma área especial com pedriscos, seixos, passadas de pedras ou mesmo cacos grandes de pedra. Além disso, dê preferência para centralizá-lo e manter uma distância segura de móveis, acessórios e vegetações. “Caso o espaço não seja muito grande, é possível também colocá-lo em um cantinho seguro, mas sempre realizando um distanciamento adequado dos demais objetos, ou seja, um cuidado com o entorno”, orientam as profissionais.

Areia

Que tal ter um pouquinho da praia dentro do seu projeto? Seguindo esse raciocínio, o uso da areia no paisagismo pode trazer um charme especial para o espaço. É possível utilizá-la em áreas de jardins, nas proximidades de pequenos lagos e em espaços de decoração em geral. Porém, é necessário atenção para escolher o tipo mais adequado.

Esse foi um item que estudamos muito para achar o ideal. Diferente do que as pessoas pensam, há diferentes tipos de areias no mercado, desde aquelas utilizadas em obras até as areias mais decorativas. É possível escolher a cor e a espessura que mais combina com o projeto. Por exemplo, se a areia for muito fina irá voar com mais facilidade em uma área de vento intenso, então poderá ser bastante incômodo. Por isso, é necessário escolher o tipo de grânulo de acordo com o local”, indica Luciana.


Madeira

Esse material dispensa apresentações. A madeira é de grande importância no cotidiano, estando presente em móveis, construções, adornos, artesanatos e mais uma infinidade de aplicações. No caso do Jardim Sereno, a escolha foi pela Biriba de Eucalipto, um tipo de madeira sustentável que foi usada para fazer os pergolados, paredes e divisórias do espaço, que ganharam um ar rústico em razão da irregularidade natural. Para quem deseja se inspirar no projeto, poderá encontrar inúmeras maneiras para usar as biribas na decoração – como em painéis, coberturas, ripados e muito mais.

Falando especificamente da CASACOR, para dar um ar ainda mais leve à decoração do jardim, de acordo com a proposta inicial, as madeiras foram pintadas de branco com cal. No entanto, as profissionais indicam para projetos paisagísticos também a sua cor natural (que é simplesmente linda!). “As Biribas de Eucalipto, presentes na arquitetura há tantas décadas, representaram o ponto de partida do nosso projeto. Esse foi o momento em que a busca pela essência do natural ganhou ainda mais força. São peças finas, roliças e bem cuidadas que valorizaram a composição do pergolado e desenharam a entrada do jardim, com um caminho fluído e suave”, revela Gabi.


Refúgio

“Se eu pudesse utilizar uma palavra para resumir a união desses três elementos seria relaxamento, afinal fogo, areia e madeira nos remetem às sensações de bem-estar e acolhimento, além de despertarem boas lembranças”, afirma Luciana. Para quem já anotou as dicas das profissionais e quer transformar o lar em um refúgio particular, Gabi e Luciana indicam cuidados especiais com a escolha do mobiliário para áreas externas, a fim de promover ainda mais a sensação de descanso merecido. Vale também incluir peças com memórias afetivas, como uma antiga do poltrona dos avós, ou uma antiga mesinha do café, por exemplo.

Além disso, é permitido abusar de plantas nos espaços, desde que os moradores ou paisagistas estejam atentos às espécies mais adequadas de acordo com o clima e as particularidades do local. É interessante, também, incluir plantas com alturas, formatos e tonalidades diferentes para deixar o visual ainda mais envolvente. “Nós pertencemos à natureza, precisamos estar em contato com tudo que é natural e belo. Então o conceito da biofilia tornará todo projeto de arquitetura, interiores ou paisagismo ainda melhor”, conclui Gabi.

Sobre: Jardineiro Fiel

É um ateliê de paisagismo feito para pessoas que querem trazer a natureza para mais perto de suas vidas. Escutamos os desejos de nossos clientes, entendemos o seu jeito de viver e estudamos cuidadosamente o espaço que abrigará o jardim, para especificar as plantas que se adaptarão ao local. Essas são as premissas para compormos cada jardim. Nossos projetos têm como objetivo criar verdadeiras decorações vivas e a nossa missão é encontrar soluções para que qualquer pessoa possa ter Um Jardim Para Chamar de Seu.

Leia Mais ...
bottom of page