top of page

“Incertezas Críticas” estreia terceira temporada inédita com filósofos brasileiros

Publicado em:
9 de agosto de 2021 17:11:46
“Incertezas Críticas” estreia terceira temporada inédita com filósofos brasileiros
Crédito Imagem:

[caption id="" align="aligncenter" width="520"] O diretor Daniel Augusto (à esquerda) e Christian Dunker, convidado do primeiro episódio da 3ª temporada de “Incertezas Críticas”- (Crédito: Divulgação Curta!)[/caption]

Dedicada a expor o pensamento de intelectuais brasileiros, a terceira temporada da série “Incertezas Críticas”, de Daniel Augusto, estreia com exclusividade no canal Curta! e no Curta!On, streaming no NOW da NET/Claro ou em curtaon.com.br. Essa nova leva de episódios inéditos traz as reflexões de 13 pensadores sobre o mundo contemporâneo. A cada episódio, há um novo convidado. São eles: Christian Dunker, Djamila Ribeiro, Eduardo Viveiros de Castro, Ismail Xavier, José Arthur Giannotti, José Miguel Wisnik, Maria Rita Kehl, Marilena Chaui, Olgária Matos, Paulo Arantes, Peter Pál Pelbart, Raquel Rolnik e Renato Janine Ribeiro.

No primeiro episódio, Christian Dunker — psicanalista, professor titular do Instituto de Psicologia da USP e autor de vários livros — aborda temas como fake news e a “lógica de condomínio” que, segundo ele, se instaurou no país a partir de 1973. “A solução da lógica de condomínio é mais ou menos a seguinte: o Brasil deu errado. E já que não vai dar para conversar com todo mundo, por que a gente não faz um mini Brasil? E, aí, vai dar certo. A gente excluiu, invisibilizou, patologizou essas formas de vida que trazem problema”, explica Dunker.

Em outro momento, o psicanalista reflete sobre a pós-verdade. “É um cinismo que consegue capturar uma verdade que tem uma estrutura de ficção e usá-la para a falsidade, para promover mais alienação, menos crítica, mais opressão e silenciamento. É um truque da sociedade condominial”, complementa.

“Incertezas Críticas” é uma produção da Grifa Filmes, viabilizada pelo Curta! através do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). A exibição é na Quinta do Pensamento, 12 de agosto, às 20h30.

‘A mãe de todas as lutas’: a questão fundiária pela ótica feminina

Cineasta premiada, Susanna Lira (Torre das Donzelas/Positivas/Damas do Samba) é a diretora de “A Mãe de Todas as Lutas”, que estreia com exclusividade no Curta! e no Curta!On, streaming no NOW da NET/Claro ou em curtaon.com.br. Inédito, o filme mostra a luta pela terra no Brasil sob a ótica feminina, tendo como protagonistas duas mulheres: Shirley Krenak e Maria Zelzuita.

Com pesquisa extensa e rico acervo de imagens, o documentário convida o público a entender a complexidade do cenário fundiário. Das batalhas dos indígenas pela demarcação de terras, passando pelo MST e pela história do Massacre de Eldorado dos Carajás — no qual 21 trabalhadores rurais foram assassinados —, a produção aborda a questão agrária no Brasil de forma poética e, ao mesmo tempo, reflexiva.

Shirley Krenak traz, em sua trajetória, a missão de honrar as mulheres e a sabedoria das Guerreiras Krenak, da região de Minas Gerais. Já Maria Zelzuita, sobrevivente do Massacre de Eldorado dos Carajás, luta por uma terra produtiva e também pelo sonho da construção de uma memória, de sua morada, de pertencimento e acolhimento. A Modo Operante Produções assina a produção, viabilizada pelo Curta! através do Fundo Setorial do Audiovisual. exibição é na Sexta da Sociedade, 13 de agosto, às 21h35.

Segunda da Música (MPB, Jazz, Soul, R&B) – 09/08

21h35 – “Bethânia Bem de Perto - A Propósito de um Show” (Documentário) Maria Bethânia entrou para o rol das grandes cantoras brasileiras em 1965, no show teatral “Opinião”, apresentando-se ao lado de Zé Ketti e João do Vale. O filme registra o primeiro show da cantora no Rio, realizado na boate Cangaceiro, após sua consagração como intérprete da música “Carcará”. Intercaladas aos números musicais, há cenas do cotidiano da cantora e encontros com Anecy Rocha, Wanda Sá, Rosinha de Valença, Silvinha Teles e Jards Macalé, entre outros. Direção: Eduardo Escorel, Júlio Bressane. Duração: 33 min. Classificação: Livre. Horários alternativos:  10 de agosto, terça-feira, às 01h35; 11 de agosto, quarta-feira, às 9h35; 14 de agosto, sábado, às 23h20.

Terça das Artes – 10/08

22h10 - “Mário Lago” (Documentário) A biografia de um dos maiores artistas do Brasil no século XX. Mário Lago foi um ator consagrado, mas também se destacou como escritor, roteirista e compositor. Suas letras e opiniões ajudaram a transformar gerações inteiras, nunca abrindo mão da lucidez e do carisma tão típicos de um verdadeiro carioca. O filme apresenta sequências com raro material de arquivo, entrevistas, músicas e algumas curiosidades sobre um artista completo, sua história e a passagem do tempo. Direção: Marco Abujamra, Markão Oliveira. Duração: 93 min. Classificação: Livre. Horários alternativos:  11 de agosto, quarta-feira, às 2h10 e às 16h10; 12 de agosto, quinta-feira, às 10h10; 16 de agosto, segunda-feira, às 1h00.

 

Quarta de Cinema (Filmes e Documentários de Metacinema) –  11/08

21h - “Orson Welles: Sombras e Luz” (Documentário) Uma figura lendária, Orson Welles, aos 24 anos de idade, reinventou as linguagens do teatro e do cinema. Homem de mil faces, ele foi um moralista, um humanista, um Don Juan, um americano e um exilado sem lar. Foi ator, cineasta, comediante, poeta e uma eterna criança prodígio buscando retornar ao seu estado de graça. Esse documentário é uma jornada até o coração do homem por trás da lenda. Direção: Elisabeth Kapnist. Duração: 52 min. Classificação: Livre. Horários alternativos:  12 de agosto, quinta-feira, às 1h00 e às 21h00; 13 de agosto, sexta-feira, às 9h00; 15 de agosto, domingo, às 19h35.

Quinta do Pensamento (Literatura, Filosofia, Psicologia, Antropologia) – 12/08

20h30 – “Incertezas Críticas” (Série – 3ª temporada) – Ep. “Christian Dunker” Christian Dunker é psicanalista, professor titular do Instituto de Psicologia da USP e autor de diversos livros. No episódio de estreia da terceira temporada de “Incertezas Críticas”, ele relaciona as políticas de identidade com a psicanálise, explica como “a lógica do condomínio” pode ajudar a pensar o Brasil, fala sobre as fake news e sobre como o conceito lacaniano do real pode nos ajudar a pensar o que muda e o que permanece no capitalismo contemporâneo. Direção: Daniel Augusto. Duração: 13 episódios de 26 min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos:  13 de agosto, sexta-feira, às 00h30 e às 14h30, 14 de agosto, sábado, às 18h35, 15 de agosto, domingo, às 10h00

Sexta da Sociedade (História Política, Sociologia e Meio Ambiente) -13/08

21h35 - “A Mãe de Todas as Lutas” (Documentário) "A Mãe de Todas as Lutas" é um documentário que recorre à memória para vislumbrar um futuro de mudanças sob a ótica feminina. O filme acompanha a trajetória de Shirley Krenak e Maria Zelzuita, mulheres que estão no front da luta pela terra no Brasil. Shirley traz a missão de honrar a sabedoria das guerreiras Krenak, da região de Minas Gerais. Maria Zelzuita é uma das sobreviventes do Massacre de Eldorado dos Carajás, no Pará. Através de suas histórias, fica latente que a humanidade depende de decisões de agora para um futuro possível. O filme não pretende dar respostas, apenas deixar uma pergunta: "que tipo de adubo você quer ser para a Mãe Terra?", conforme questiona Shirley Krenak. Direção: Susanna Lira Duração: 71 min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos:  13 de agosto, sexta-feira, às 23h00; 14 de agosto, sábado, às 3h00 e às 12h00; 15 de agosto, domingo, às 18h00; 16 de agosto, segunda, às 17h.

Sábado – 14/08

17h30 - “Matizes do Brasil” (Série) – Ep. “Ernesto Neto” Artista visual com trabalhos entre a escultura e a instalação, Ernesto Neto é um dos nomes mais proeminentes da arte contemporânea no Brasil e no mundo. Desde o início de sua carreira, nos anos 1980, vem produzindo obras que colocam em diálogo o espaço expositivo e as diversas dimensões do espectador – corporal, espiritual, individual ou coletiva. Neste episódio de “Matizes do Brasil”, o próprio Neto nos brinda com sua percepção bastante original sobre o fazer artístico. Além dele, os críticos e curadores Luiz Camillo Osório, Márcio Doctors, Jochen Volz e Valéria Piccoli comentam sobre as diferentes fases da carreira do artista, desde obras como “A-B-A (chapa-corda-chapa)”, de 1987, até instalações recentes como “Cura Bra Cura Te”, de 2019. Direção: Bianca Lenti. Duração: 26 min. Classificação: Livre. Horários alternativos:  10 de agosto, terça-feira, às 20h00; 11 de agosto, quarta-feira, às 0h00 e às 14h00; 12 de agosto, quinta-feira, às 8h00.

Domingo – 15/08

7h30 - “Minha Vida na Alemanha de Hitler” (Série) - Episódio 1 Nas eleições legislativas de 1928, na Alemanha, os nazistas não conseguiram amealhar mais do que 2,8% dos votos. Então, como Adolf Hitler conseguiu chegar ao poder em 30 de janeiro de 1933? Depois do crash da Bolsa de Valores de Nova York, em 1929, a crise econômica chegou à Alemanha e os confrontos entre os membros do Partido Comunista e os nazistas do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães aumentaram. Este episódio enfoca o incêndio do Reichstag (o prédio do Parlamento), as prisões de opositores políticos, a suspensão das liberdades civis fundamentais e a abertura dos primeiros campos de concentração. Direção: Jérôme Frieur. Duração: 52 min. Classificação: 16 anos. Horários alternativos:  13 de agosto, sexta-feira, às 19h00; 14 de agosto, sábado, às 4h00 e às 7h30; 16 de agosto, segunda, às 13h; 17 de agosto, terça-feira, às 7h00.

Sobre o Grupo Curta!

O Grupo Curta! tem como missão a difusão de conteúdos audiovisuais relevantes nas áreas de artes e humanidades, sejam brasileiros ou estrangeiros, através da TV linear (canal CURTA!), de plataformas de streaming de operadoras de telecom e da internet. A curadoria de conteúdos é, portanto, o motor central do grupo e foi uma das que mais aprovaram projetos originais para financiamento da produção pelo Fundo Setorial do Audiovisual: já foram mais de 120 longas documentais e 800 episódios de 60 séries que chegam ao público em primeira mão através de suas janelas de exibição:

O canal Curta!, linear, está presente nas residências de mais de 10 milhões de assinantes de TV paga e pode ser visto nos canais 556 da NET / Claro TV, 75 da Oi TV e 664 da Vivo Fibra, além de em operadoras associadas à NeoTV;

Curta!On, o novo clube de documentários do Curta!, no NOW da Claro/NET, conta com mais de 450 filmes e episódios de séries documentais, organizadas  por temas de interesse como Música, Artes, MetaCinema, Meio Ambiente e Sustentabilidade, Mitologia e Religião, Sociedade e Pensamento. Há também pastas especiais com novidades – que estreiam a cada mês –, conteúdos originais exclusivos, biografias, além de uma degustação para quem ainda não é assinante do serviço.

Tamanduá TV, plataforma marketplace aberta para qualquer internauta, já reúne mais de quatro mil conteúdos. O usuário pode alugar filmes e séries específicos ou assinar de forma econômica um dos pacotes que contêm conteúdos segmentados por área de interesse: CineBR, CineDocs, CineEuro, CurtaEducação (para professores e estudantes do Ensino Médio e Enem), MetaCinema (para aficcionados e estudantes de Cinema), entre outros.  Os pacotes CineBR, CineDocs e CineEuro são disponibilizados desde 2018 como serviço de valor agregado (SVA) para perto de oito milhões de assinantes de banda larga fixa (ISP) da operadora Claro, sem custo adicional.

As atividades do Grupo Curta! também promovem a geração de royalties para produtores audiovisuais independentes, com a exploração de seus direitos audiovisuais nas diferentes janelas de streaming. O pacotes Cines da Tamandua TV e do Curta!ON estão repassando anualmente mais de R$ 1,5 milhão de reais em royalties para os produtores dos conteúdos que difunde.

     
Leia Mais ...
bottom of page