top of page

Vereador Cabo Jean afirma: Medicamentos de uso contínuo estão faltando para muitos de nossos munícipes enquanto a Prefeitura possui dinheiro sobrando em caixa

Publicado em:
22 de novembro de 2022 17:37:03
Atualizado em:
30 de novembro de 2022 17:56:23
Vereador Cabo Jean afirma: Medicamentos de uso contínuo estão faltando para muitos de nossos munícipes enquanto a Prefeitura possui dinheiro sobrando em caixa
Crédito Imagem:

Com o propósito de fiscalizar a qualidade do atendimento oferecido na Rede Municipal de Saúde, o Vereador Cabo Jean tem cobrado o Poder Executivo para que haja melhorias e investimentos na área. Diariamente, o Parlamentar recebe uma série de reclamações dos pacientes de São Roque que relatam a falta do fornecimento de diversos medicamentos nos Postos de Saúde do município.

Cabo Jean explica que investir em Saúde deve ser prioridade em qualquer Gestão, mas diversos usuários da Rede Básica têm sido prejudicados porque não há disponibilidade de muitos medicamentos. “Infelizmente a atual Administração faz muita propaganda de suas ações e está se esquecendo do principal, que é o oferecimento de um atendimento digno e de ótima qualidade para a nossa população que depende do SUS (Sistema Único de Saúde)”, afirma.

Ao usar a Tribuna durante Sessão Ordinária da Câmara Municipal, realizada na noite da última segunda-feira, dia 21, o Vereador Cabo Jean lamentou o fato de que diversos medicamentos de uso contínuo estão em falta. O munícipe aguarda pelo recebimento desses remédios enquanto que a Prefeitura possui dinheiro sobrando em caixa. “Alguns medicamentos são enviados pelo Governo do Estado, e alegam estar em atraso, porém quer dizer que se o Estado não enviar, o munícipe que depende e faz uso contínuo desses medicamentos, simplesmente vai ficar sem? Como isso pode acontecer se a prefeitura possui dinheiro sobrando e poderia adquirir esses medicamentos até que o Estado envie. Enquanto festas forem prioridades, o restante é mero detalhe. Sem Saúde, nem festa é possível curtir. Enfim, o pão e circo continua e vários ainda aplaudem”, desabafa.

Outra cobrança do Vereador Cabo Jean é quanto ao Pronto Atendimento da Santa Casa. “O Pronto Atendimento da Santa Casa está um caos, pois a CEJAM que é quem recebe mais de R$40 milhões da prefeitura, fica fazendo economia burra ao invés de contratar mais profissionais. Os profissionais que estão trabalhando no Pronto Atendimento, estão fazendo muito com o pouco que tem, pois estão tendo que se desdobrarem para darem conta e isso acaba sobrecarregando-os, consequentemente refletindo no atendimento para com a população. Uma O.S. que recebe milhões não pode comprometer o atendimento da nossa população por falta de condições de gerir o hospital. Até quando esse governo vai fazer de conta que tudo está bem? Não consigo acreditar que MEIO MILHÃO será utilizado para luzes e enfeites de Natal, enquanto que faltam remédios nos postinhos, enquanto que a população dos bairros aguarda de dois a três meses para conseguir passar com um médico da Rede Municipal de Saúde. É o dinheiro público sendo desaforado e mau utilizado”, relata.

Leia Mais ...
bottom of page