top of page

Antes que seja tarde! - Edison Pires

Publicado em:
25 de junho de 2019 19:46:10
Antes que seja tarde! - Edison Pires
Crédito Imagem:

O que era apenas um caso de prestação de serviço de baixa qualidade passou a representar riscos não apenas a usuários, mas a todos de uma maneira geral. Não é segredo para ninguém, muito menos para proprietários e diretores, que a empresa que faz o transporte público da cidade não desempenha suas funções de modo satisfatório. Muito pelo contrário. Diariamente é possível acompanhar, através das redes sociais, que seus ônibus apresentam todo tipo de problema. Nas sessões da Câmara Municipal, o assunto também sempre é tratado com rigor. Diante de tanta reclamação, não dá para dizer se a empresa tomou alguma providência para melhorar. Se realmente fez isso, não foi o suficiente para cessar a insatisfação! Na última sexta-feira, acredito eu, ocorreu o que popularmente chamamos de "a gota d'água", quando um ônibus sem freio desceu de ré a Rua da Penha e atingiu um poste e parte de uma casa comercial, bem na região central da cidade. Se não batesse ali, iria porta adentro na Igreja Matriz. Nesse caso, além da falha mecânica, pode ter havido também o fator humano colaborando para que a rotina daquela tarde fosse alterada tão significativamente. Por muita sorte o ônibus não atropelou ninguém. Também, por pouco, a cidade não viveu uma tragédia. E, caso isso ocorresse, de quem seria a culpa? Entendo que, por parte da Prefeitura, deva-se garantir que a empresa contratada possa solucionar seus problemas antes de ter seu contrato rompido. Afinal de contas, problemas ocorrem a todos. Mas neste caso específico, a coisa parece estar fugindo do controle. O mau serviço prestado tem prejudicado muita gente todos os dias. E o que ocorreu na sexta-feira passada mostra que as soluções podem estar longe de serem encontradas e colocadas em prática, para que o município tenha o serviço que merece e precisa. Dia após dia, os acontecimentos mostram que algo já deveria ter sido feito a algum tempo. Para quem não acredita no acaso, essa sequência de problemas pode ser interpretada como um alerta. Para o bem de todos, providências enérgicas e urgentes devem ser tomadas agora, para que não tenham que ser tomadas depois com o peso de uma tragédia nas costas!
Leia Mais ...
bottom of page