top of page

Adolescente fica cega após tubo de tintura para cabelo explodir

Publicado em:
27 de outubro de 2022 20:53:20
Adolescente fica cega após tubo de tintura para cabelo explodir
Crédito Imagem:

Olivia Stegin, de 13 anos, sofreu uma queimadura química de terceiro grau no globo ocular depois que o jato atingiu seu rosto

Olivia Stegin ficou cega de um olho após acidente com tubo de tinta

Olivia Stegin ficou cega de um olho após acidente com tubo de tinta

REPRODUÇÃO/GOFUNDME

Uma adolescente ficou cega de um olho depois que um tubo de tinta para cabelo explodiu em seu rosto e queimou a superfície de seu globo ocular.

Olivia Stegin, de 13 anos, estava tingindo o cabelo de castanho-escuro com uma amiga em junho. As duas usavam um produto caseiro, que vem em um tubo. Assim, é necessário perfurar a embalagem e espremê-la para que a tinta seja expelida.

Porém, o furo não foi feito corretamente, e quando Olivia tentou espremer o tubo a pressão causou uma explosão — e um jato de tinta cobriu todo o olho esquerdo da menina.

Pamela Stegin-Sheppard, mãe de Olivia, estava no andar de baixo da casa, nos Estados Unidos, quando ouviu os gritos da filha e subiu para ver o que tinha acontecido.

"Eu corri até lá e entrei em pânico, porque todo o olho dela estava coberto", conta ela em entrevista ao jornal britânico The Sun.

"Coloquei Olivia no chuveiro para tentar enxaguar o rosto, mas ela estava com tanta dor que não queria que tocássemos", acrescenta.

Pamela, então, levou Olivia às pressas para o hospital. Lá, os médicos constataram que a adolescente havia sofrido uma queimadura química de terceiro grau no globo ocular.

"O produto ficou penetrando no olho dela por uns 20 minutos antes da limpeza total", diz Pamela.

Desde então, Olívia passou por várias consultas médicas e chegou a recuperar parte da visão após ter feito um transplante de membrana amniótica na córnea, mas a reversão da cegueira foi temporária.

Agora, os especialistas afirmam que a única saída é fazer um transplante de córnea. Mesmo assim, há risco de que o organismo da adolescente rejeite o novo tecido.

"Se você estiver a 2 ou 3 centímetros do rosto dela e acenar com a mão, ela pode ver algo se movendo, mas não pode identificar que é uma mão", descreve Pamela.

"Quando minha filha tenta olhar para a frente, seu olho acaba desviando um pouco para o lado, porque ela não tem controle sobre ele. Isso a faz parecer vesga, e ela sofre muito com essa situação", lamenta.

Fonte: R7.com

Leia Mais ...
bottom of page