top of page

A prevenção de doenças é uma responsabilidade do Estado e do cidadão - Editorial

Publicado em:
26 de agosto de 2023 12:30:00
A prevenção de doenças é uma responsabilidade do Estado e do cidadão - Editorial
Divulgação
Crédito Imagem:

O início deste segundo semestre de 2023 vem sendo marcado pela preocupação com algumas doenças que, a grosso modo, já se diziam controladas pelas autoridades da Saúde. Um fato preocupante que confirma seu grau de perigo, ao serem registrados óbitos de pacientes em decorrência dessas enfermidades.

Zika, Dengue, Catapora, Éris - variante da Covid -, são algumas das doenças que vêm ganhando os noticiários País afora, numa clara demonstração de que a situação não estava sob o controle que deveria estar.

O Estado da Bahia, por exemplo, registrou 443 casos de catapora tanto em crianças, adolescentes e gestantes. Em razão da baixa taxa de vacinação, aquele estado corre o risco de enfrentar surtos de catapora (varicela) e mais internações.

No Rio de Janeiro, especialistas da UFRJ voltaram a recomendar o uso de máscara em ambientes fechados e em aglomerações, alegando uma preocupação com uma nova onda de Covid-19, o que tem sido constatado em outros países. Tal aconselhamento não foi aceito pela Prefeitura que informou que 120 mil doses de vacina bivalente irão vencer nos próximos dias e terão que ser descartadas, mostrando que a população não se preocupa com a imunização.

As notificações de casos de Zika vírus cresceram no país neste em 2023. Do início do ano até 8 de julho, o Brasil registrou 8.499 casos. Um amento de quase 44% em relação ao mesmo período do ano passado (5.910). O Sudeste lidera o ranking entre as regiões, com um aumento de 1.633% nos casos.

A Zika é transmitida pela picada do mosquito Aedes Aegypti, o mesmo transmissor da Dengue, que neste ano já contabiliza mais de 1 milhão de casos no Brasil. Até final de maio, foram registradas mais de 500 mortes por dengue e outras 400 suspeitas.

Diante desse quadro preocupante fica a certeza de que população e governo em todas suas esferas, devem estar atentos e preparados para ações preventivas. Ambos têm papel fundamental além de responsabilidades nessa luta, onde cada um deve fazer a sua parte para reduzir o impacto das doenças na sociedade e proteger a saúde e o bem-estar de todos.

Leia Mais ...
bottom of page