top of page

“Parece que usaram um ‘mini míssil aleatório’ para arrumar a estrada” diz motorista sobre a Gregório Spina

Publicado em:
29 de julho de 2019 13:28:19
“Parece que usaram um ‘mini míssil aleatório’ para arrumar a estrada” diz motorista sobre a Gregório Spina
Crédito Imagem:

Um motorista de caminhão que trafega diariamente pela Estrada Gregório Spina, a SP 054/280, disse que é preciso levar na brincadeira para não se estressar ainda mais. Ele se referia aos serviços realizados pelo DER na chamada operação tapa-buracos, que foi prometida pela empresa após reportagem da GAZETA mostrar o estado perigoso em que se encontra a estrada. “Fizeram tudo tão rápido, que não deu tempo para fazer como deveria ser. Cobriram uns buracos até uma altura e o restante da estrada continua na mesma situação”, explicou.

A reportagem esteve no local na semana passada e pode constatar que alguns pontos foram cobertos com asfalto, mas que já estavam rachando e se soltando. Em outro ponto, um buraco acumulou água entre a pista e o acostamento, criando uma verdadeira armadilha para o motorista, principalmente no período da noite. “Realmente, se o DER realizou ali algum tipo de melhoria está na hora de repensar se arrumar estrada é isso”, concluiu o motorista.

[caption id="attachment_2805" align="aligncenter" width="4128"] A fina camada de piche aplicada em alguns pontos esburacados já começa a rachar e se desprender do asfalto.[/caption] [caption id="attachment_2806" align="aligncenter" width="4128"] Em outros trechos da Rodovia Gregório Spina ainda existe mato no acostamento e muitos buracos.[/caption]

A boa notícia, no entanto, fica por conta da retirada dos “marmitex” jogados à beira da estrada. O local estava recebendo serviços de limpeza e roçagem, o que proporcionou um novo visual àquela área. Por outro lado, a maioria do material acumulado ao longo da rodovia continua causando má impressão e gerando problemas.

Quanto a expressão utilizada pelo motorista quando se referiu ao serviço prestado pelo DER, foi criada pelo jogador Marinho, do Santos FC, que batizou seu primeiro gol pelo clube, aliás um belo gol, de “mini míssil aleatório”.

Leia Mais ...
bottom of page