top of page

Árbitro desmaia após jogador o agredir com chute na cabeça no RS

Publicado em:
5 de outubro de 2021 18:00:15
Árbitro desmaia após jogador o agredir com chute na cabeça no RS
Crédito Imagem:

[embed]https://youtu.be/qDwsxrJYgEA[/embed]

Willian Ribeiro chocou o mundo do futebol ao agredir o árbitro Rodrigo Crivellaro ontem, 4, em jogo da Série A2 do Campeonato Gaúcho. O meia-atacante, agora ex-jogador do São Paulo de Rio Grande, surgiu no mesmo clube que revelou Taison e chegou a ser contratado para atuar na base do Internacional. Mas os elogios à técnica sempre vêm acompanhados do relato de um histórico violento. Aos 30 anos, Willian acumula contratos curtos em 15 clubes do interior gaúcho, Santa Catarina, Paraíba, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. O vínculo com o São Paulo de Rio Grande foi rescindido após a agressão ao árbitro. As passagens curtas pelos diversos clubes são explicadas, por quem já trabalhou com o jogador, pelo comportamento. No Progresso, clube de Pelotas que disputa torneios de base e tem parceria com o Inter, Willian agrediu um árbitro durante uma partida. Ele também acertou pai de jogador adversário. O time, que revelou nomes como Taison e Daniel Carvalho, ainda assim deu novas chances. E em uma delas, o talento chamou atenção do Internacional. No Inter, a passagem foi curta em chances. O talento que chamou atenção dos olheiros colorados ficou em segundo plano diante das atitudes no dia a dia. Foi ao sair do Colorado que o meia-atacante passou a ser um andarilho da bola.

Três registros na polícia e agressão a sócio do clube

Willian Ribeiro possui três registros policiais, duas delas por lesões corporais e uma por vias de fato, cujas datas são: 2009, 2015 e 2021. O caso deste ano se refere ao último mês, quando Willian agrediu um torcedor do São Paulo-RS que cobrava o técnico China Balbino. Irritado pelo tom do aficionado, o jogador partiu para cima dele. William ainda não tem advogado constituído para comentar os casos.

Família preocupada e silêncio na delegacia

Segundo o delegado Vinícius Assunção, o atleta permaneceu calado durante a oitiva realizada na noite de ontem, na Delegacia de Pronto Atendimento de Venâncio Aires. Três testemunhas foram ouvidas e registraram "histórico agressivo" do profissional do futebol. O prazo para conclusão do inquérito é 10 dias. O jogador deve responder em liberdade. A família  estão preocupados e tristes por tudo que aconteceu na noite de ontem.

Banido do futebol?

Ainda que o ato tenha sido grave e forte, segundo o procurador do TJD-RS, Alberto Franco, não há previsão legal para Willian ser banido do futebol. O jogador teve contrato rescindido pelo São Paulo-RS ainda na noite de ontem e poderá pegar até 180 dias de suspensão. O caso respeitará o mesmo regramento de todos os julgamentos do Tribunal. Willian está suspenso preventivamente.

Árbitro tem alta e jogos será retomado

No fim da manhã de hoje, o árbitro Rodrigo Crivellaro recebeu alta. Em cadeira de rodas e ainda aparentando os efeitos da agressão, ele deixou o hospital no qual passou a noite em observação.
O jogo será retomado, com outra equipe de arbitragem e, obviamente, sem a presença do agressor, na tarde de hoje. A partida foi suspensa com vitória parcial do Guarani de Venâncio Aires por 1 a 0.

Confira a nota oficial do São Paulo-RS

Lamentável. Lamentável e acima de tudo, revoltante. No exato dia em que toda a família rubro-verde reuniu-se para comemorar mais um aniversário - 113 anos de Sport Club São Paulo -, nosso Clube se deparou com um dos episódios mais tristes de sua história, uma fatídica cena que chocou todas as pessoas que amam não só o futebol gaúcho, mas todas aquelas que simplesmente amam o esporte de modo geral. Podem ter certeza, lamentamos e nos envergonhamos profundamente de todo o ocorrido, todo nós em absoluto, toda a nossa nação rubro-verde: Direção, torcida, demais jogadores, etc. Pedimos todas as desculpas do mundo ao profissional agredido e sua família, assim como pedimos desculpas ao público, de modo geral, pela cena lamentável vista hoje. O contrato com o atleta agressor está sumariamente rescindido. Ademais, todas as medidas possíveis e legais em relação ao fato serão tomadas. Deivid Goulart Pereira Presidente do Sport Club São Paulo
        Fonte-UOL
Leia Mais ...
bottom of page