top of page

Suspeito de degolar vendedor teria se ofendido com piada, diz polícia

Publicado em:
10 de junho de 2021 14:03:38
Atualizado em:
30 de novembro de 2022 17:56:14
Suspeito de degolar vendedor teria se ofendido com piada, diz polícia
Crédito Imagem:

[caption id="" align="aligncenter" width="647"]Corpo decapitado foi encontrado em Itupeva (SP) — Foto: Guarda Municipal/Divulgação Corpo decapitado foi encontrado em Itupeva — Foto: Guarda Municipal/Divulgação[/caption]

O homem suspeito de degolar um vendedor de 29 anos em Itupeva teria cometido o crime após se ofender com uma piada, segundo a polícia. O caso foi registrado no dia 25 de abril, quando um catador de recicláveis encontrou a cabeça da vítima em um ponto de ônibus no Bairro da Lagoa.

No mesmo dia, o corpo de Paulo Barbalho da Silva foi localizado em um barranco, a aproximadamente dois quilômetros de onde a cabeça havia sido encontrada.

De acordo com a investigação, o suspeito do crime teria usado um facão para degolar a vítima. A polícia informou que Paulo teria tentado vender algumas ferramentas para o homem e feito uma piada, dizendo que ele "não teria condições financeiras para comprar".

[caption id="" align="aligncenter" width="647"]Casa onde o crime teria acontecido em Itupeva (SP) — Foto: Polícia Civil/Divulgação Casa onde o crime teria acontecido em Itupeva — Foto: Polícia Civil/Divulgação[/caption]

As outras pessoas que estavam na casa teriam achado graça da situação. Por isso, o homem teria se irritado e degolado a vítima usando um facão, com a ajuda de um outro rapaz.

Algum tempo depois, uma outra pessoa teria entrado na casa e, ao se deparar com a cena, teria sido ameaçada pelo suspeito e obrigada a limpar o local e a ajudar na desova do corpo.

[caption id="" align="aligncenter" width="647"]Local próximo de onde o corpo foi encontrado em Itupeva (SP) — Foto: Polícia CIvil/Divulgação Local próximo de onde o corpo foi encontrado em Itupeva — Foto: Polícia CIvil/Divulgação[/caption]

No dia seguinte, o homem teria se lembrado que a cabeça ainda estava na casa e acabado deixando-a em um ponto de ônibus em frente ao imóvel.

Durante a perícia feita no local do crime, foram encontradas marcas de sangue no chão, além de amostras de DNA. O veículo usado para levar o corpo da vítima até o local onde foi encontrado também foi apreendido.

O suspeito de 39 anos teve a prisão temporária decretada pela Justiça e segue foragido.

Fonte-G1

Leia Mais ...
bottom of page