top of page

Partidos políticos se mobilizam para as Convenções Municipais

Publicado em:
29 de agosto de 2020 11:00:08
Atualizado em:
30 de novembro de 2022 17:55:42
Partidos políticos se mobilizam para as Convenções Municipais
Crédito Imagem:

Uma das mais importantes etapas do processo para as eleições, as Convenções partidárias, segundo o novo calendário eleitoral elaborado em razão da pandemia da Covid-19, irão ocorrer no período de 31 de agosto a 16 de setembro. Durante esses eventos os partidos terão que definir a escolha dos candidatos. Neste ano, as convenções podem ocorrer por meio virtual na tentativa de evitar aglomeração.

Em razão do prazo que se aproxima é notada intensa movimentação de grupos que pretendem participar do pleito lançando candidatos. O que se observa com maior clareza, é que para determinadas agremiações partidárias, mais importante do cumprir o que determina a legislação eleitoral é colocar ordem dentro da própria casa e definir nomes que irão encabeçar chapas. Enquanto para alguns tudo parece estar definido, os bastidores da política mostram que, para outros, ainda muito há no que se pensar e avaliar.

Araçariguama

Sete nomes têm se destacado e trabalhado ao longo dos meses como pré-candidatos à prefeito de Araçariguama: Cauan Martins, Fernandinho, Leandro Amaro, Lili Aymar, Moacyr Godoy, Rodrigo Andrade e Vanilse Freitas. Porém, para colocar lenha na fogueira, pelo menos dois novos nomes começam a despontar. Um deles é o do prefeito em exercício.

A única certeza é que nenhum nome para concorrer ao cargo de vice-prefeito foi divulgado ou confirmado, numa demonstração de que as eleições deste ano estão bem diferentes das de anos anteriores, quando chapas prontas chegavam às convenções. Uma particularidade que demonstra a possibilidade de que nem todos os nomes colocados como postulantes ao cargo maior, realmente estarão nas urnas no dia 15 de novembro.

Outro ponto que desperta bastante atenção é o número de indecisos, como revelam informações que circulam informalmente pelas redes sociais, mas que podem servir como parâmetro em razão das repetidas vezes em que aparecem por diferentes fontes. Esse número chega à casa dos 30% do eleitorado. Isso mostra que os pré-candidatos e suas equipes ainda têm muita saliva e sola de sapato para gastar até as eleições para conquistar tamanha fatia que está à espera de ser conquistada.

Calendário

O TSE vai definir ainda os horários de funcionamento das seções eleitorais e eventuais medidas de distribuição dos eleitores para minimizar os riscos de aglomeração nos dias de votação, para evitar a proliferação do novo coronavirus.

Com a promulgação da Emenda Constitucional (EC) nº 107/2020, que adia eleições municipais para 15 (1º turno) e 29 de novembro (2º turno) em razão da Covid-19, fica estabelecida a prorrogação de diversas datas do calendário eleitoral. Confira as principais:

31 de agosto a 16 de setembro: realização das convenções partidárias para definição de coligações e escolha dos candidatos. As convenções podem ocorrer por meio virtual.

31 de agosto a 26 de setembro: período para o registro de candidaturas. Início do prazo para que a Justiça Eleitoral convoque partidos e emissoras de rádio e TV para elaboração do plano de mídia.

27 de setembro: Início da Propaganda Eleitoral, inclusive na internet

15 de novembro: 1º turno das eleições

29 de novembro: 2º turno das eleições

15 de dezembro: Último dia para entrega das prestações de contas

18 de dezembro: Prazo final para diplomação dos eleitos

Leia Mais ...
bottom of page