top of page

Mercado Livre anuncia novos centros de distribuição: dois em Barueri e outro em Araçariguama

Publicado em:
25 de fevereiro de 2022 14:29:25
Atualizado em:
1 de dezembro de 2022 18:45:02
Mercado Livre anuncia novos centros de distribuição: dois em Barueri e outro em Araçariguama
Crédito Imagem:

Sediada em Osasco, frota de veículos da empresa possui 51 carros elétricos, 3.000 caminhões, 1.100 vans, três aviões e 26 carretas movidas a gás
Na região metropolitana oeste do estado de SP serão três novos CDs (Divulgação/Mercado Livre)

Líder para e-commerce e serviços financeiros na América Latina, o Mercado Livre, sediado em Osasco, anuncia a inauguração de quatro novos centros de distribuição (CDs) no Brasil: dois em Barueri (SP), um em Araçariguama (SP) e outro no bairro de Perus, região norte de São Paulo.

"Os novos Centros de Distribuição expandem nossa malha logística e refletem no nosso comprometimento de democratizar o comércio. Com essas adições, podemos oferecer ainda mais sortimento e comodidade para os nossos clientes, ampliando a modalidade de entrega rápida, frete grátis, lojas oficiais. Esperamos manter e exceder o nível de satisfação dos nossos clientes", comenta Fernando Yunes, vice-presidente Sênior e Líder do Mercado Livre no Brasil.

Com a adição dos quatro novos centros de distribuição, o Mercado Livre passará a contar com uma estrutura logística de 12 CDs Full, 1 Receiving Center (Centro de Recebimento), 17 Cross Dockings (sistema de distribuição), mais de 100 Services Centers e 3 mil Agências Mercado Livre. Esses ativos aumentam a infraestrutura logística para 1.029 km2 em operações de Fullfilment (engloba todas as fases antes e depois da compra).

A companhia conta também com uma frota própria de veículos composta por 51 carros elétricos, 3.000 caminhões, 1.100 vans, três aviões e 26 carretas movidas a gás, além de mais de 13 mil veículos atuando na última milha. A empresa ainda anunciou recentemente o Mercado Envios Extra, em que entregadores autônomos passam a integrar a rede de Envios.

A inauguração dos quatro novos CDs aumentará a infraestrutura logística para mais de 1 milhão de pacotes a capacidade de transação diária do Mercado Livre. Além disso, gerará mais de sete mil vagas de empregos diretos (quando operados em suas capacidades máximas).

Atualmente, o Mercado Livre realiza envios de produtos em que é responsável por todo o processo logístico no mesmo dia para 50 cidades, (cujos CEPs cobrem 20% das vendas), em até 1 dia para 2,1 mil cidades (alcançando 75% das entregas) e em até 2 dias para 4,7 mil cidades do Brasil (cobrindo 90% das entregas).

Resultados do 4º trimestre de 2021 A receita líquida do Mercado Livre nos últimos três meses do ano passado foi de US$ 2,1 bilhões, alta de 73,9%, em comparação ao mesmo período de 2020. Já o volume de vendas na plataforma alcançou US$ 8 bilhões, alta de 32,2% na comparação anual. O Mercado Pago processou US$ 24,2 bilhões, crescimento de 72,8%.

A base de usuários únicos ativos durante o trimestre aumentou 11,1% em comparação com o mesmo período de 2020, atingindo 82,2 milhões. Foram vendidos 287,9 milhões de itens, o que significa um crescimento ano a ano de 25,5% na América Latina. O Brasil se destaca com crescimento de 22,7% em GMV (métrica que representa o valor total de venda de produtos e serviços por meio do seu marketplace em determinado período) e 149 milhões de itens vendidos no período — destaque para o volume de itens por usuário, o mais alto da média histórica. Cerca de 300 milhões de anúncios foram registrados na plataforma.

"O ano passado nos trouxe desafios, mas muitas oportunidades também. A partir da dedicação das equipes e foco nos nossos objetivos estratégicos, superamos as principais restrições impostas pela pandemia e as mudanças do cenário macroeconômico, em um ambiente altamente competitivo. Além de celebrar um ano de resultados recordes, com crescimento forte, melhores margens e resultado operacional, o investimento em tecnologia nos permitiu manter um ecossistema confiável e ágil, conectando mais pessoas e impactando positivamente nossos mais de 76 milhões de usuários", afirma Stelleo Tolda, co-fundador e presidente de Commerce do Mercado Livre.

Foram vendidos 287,9 milhões de itens, o que significa um crescimento ano a ano de 25,5% na América Latina (Divulgação/Mercado Livre)
Leia Mais ...
bottom of page