top of page

Dengue e surto de escorpiões: todo cuidado para evitar tragédias! - EDITORIAL 04/11/2022

Publicado em:
5 de novembro de 2022 13:05:18
Atualizado em:
30 de novembro de 2022 17:57:37
Dengue e surto de escorpiões: todo cuidado para evitar tragédias! - EDITORIAL 04/11/2022
Crédito Imagem:

EDITORIAL Bastaram alguns poucos dias de sol e de temperaturas mais elevadas para que dezenas de mensagens sobre a infestação de pernilongos começassem a chegar à nossa Redação. Pessoas de várias regiões do município – incluindo área central e pontos mais distantes – relataram a invasão de insetos em suas casas. “Começou a sinfonia na hora de dormir”, brincou um morador. Num momento onde o registro de casos de Dengue em todo o País ultrapassa consideravelmente os do ano passado, não se tem dúvidas ao afirmar que as atenções do poder público devem estar voltadas para o combate e o controle da proliferação de insetos, em especial o do Aedes Aegypt que é o transmissor da Dengue. Levantamento divulgado pelo Ministério da Saúde aponta que o número de casos de dengue no Brasil subiu quase 185% entre janeiro e outubro deste ano na comparação com o mesmo intervalo de tempo do ano passado, alcançando a marca de 1,3 milhão de notificações. Neste período, foram registrados 909 óbitos, número bastante expressivo. A doença, que pode levar a óbito, é transmitida pelo Aedes aegypti, que também é vetor da chikungunya, zika e febre amarela urbana. É importante lembrar ainda, que tal responsabilidade também é da população que deve fazer a sua parte e cuidar para que sua casa não se transforme em criadouro do mosquito. Já é do conhecimento de todos em quais ambientes o mosquito se prolifera e quais os cuidados e providencias devem ser adotados para evitar os chamados focos. Então, com a chegada de dias mais quentes e de chuvas mais constantes – condições ideais para a procriação do Aedes e outros insetos – os cuidados devem ser redobrados. Importante destacar ainda que o Aedes aegypti tem se adaptado e descoberto novas formas de se reproduzir, inclusive em água suja, o que não ocorria há alguns anos. Por esse motivo, toda atenção é pouca! Outro problema que a população de Araçariguama tem enfrentado é o surto de escorpiões. A presença tem sido registrada em vários bairros, onde, em alguns casos, moradores são surpreendidos com o animal no interior de suas casas. Segundo especialistas o ano de 2022 está confirmando uma tendência verificada nos últimos três anos. Neste período, as mortes por envenenamento de escorpião no Brasil aumentaram mais de 70%. No ano de 2020 quase 150 mil pessoas foram picadas por escorpião. O momento é de muita atenção – também por outras doenças que ainda assolam o País - e de necessários cuidados tanto por parte do Poder Público, quanto da população! Dengue e surto de escorpiões: todo cuidado para evitar tragédias!
Leia Mais ...
bottom of page