top of page

Defesa Civil do Estado se prepara para o período de chuvas e inicia treinamento com agentes municipais

Publicado em:
18 de novembro de 2022 20:55:18
Atualizado em:
30 de novembro de 2022 17:56:30
Defesa Civil do Estado se prepara para o período de chuvas e inicia treinamento com agentes municipais
Crédito Imagem:

As oficinas preparatórias acontecem anualmente e fazem parte das capacitações desenvolvidas pela Defesa Civil do Estado, por meio da Escola de Defesa Civil, plataforma destinada ao ensino e treinamento de agentes e voluntários
A Defesa Civil do Estado de São Paulo realiza desde o mês de outubro as Oficinas Preparatórias para a Operação Chuvas de Verão 2022/2023. A edição deste ano contará com oito oficinas presenciais que serão realizadas em todas as regiões que operam os Planos Preventivos de Defesa Civil para escorregamentos. Durante as Oficinas os agentes municipais receberão intenso treinamento prático com o objetivo de prepará-los para a Operação Chuvas de Verão, que acontece todos anos entre os dias 1 de dezembro e 31 de março. As equipes volantes da Divisão de Preparação percorrem os municípios aplicando treinamento para os agentes e gestores do Sistema de Proteção e Defesa Civil para atuação efetiva e sistêmica durante o período de chuvas de verão, com vistas à redução dos riscos de desastres. Ao término do treinamento todos os participantes recebem um certificado e os municípios poderão celebrar convênio com o Estado e receber um kit com equipamentos para auxiliar nas atividades de Defesa Civil, contendo pluviômetro, lonas e equipamento de proteção individual destinados ao uso durante as ocorrências. Além do intenso treinamento, a Defesa Civil também trabalha com medidas adotadas para minimizar os desastres e proteger a população, especialmente as que residem em áreas mais vulneráveis. O Estado conta com 813 instrumentos de identificação de risco, que atendem 322 municípios, sendo estes os que possuem maior vulnerabilidade de deslizamentos e inundações. Inovações para 2022 Nos últimos meses os diretores da Defesa Civil vêm se reunindo com outros órgãos para discutir a implantação de novas tecnologias para prevenção de desastres e consequentemente preservação de vidas. Um exemplo disso é o monitoramento das encostas por sensores que monitoraram a movimentação do solo e com isso emitem alertas para a população daquele local, permitindo que haja a evacuação antes do deslizamento de terra. Outra inovação prevista é a emissão automática dos alertas para todos os celulares que estiverem nas proximidades de uma local com elevado risco de desastre. Denominado de "cell broadcasting", a tecnologia já é adotada em países desenvolvidos e o envio do alerta independe de cadastro prévio por parte do usuário.
Aparelhamento e investimentos nas Defesas Civis Municipais A ação de aparelhamento dos municípios é uma ação pioneira no Brasil, iniciada em 2020. Os recursos, oriundos de emendas parlamentares ou do tesouro público, são direcionados à Casa Militar (Defesa Civil do Estado), o que garante uniformidade nas compras e economia de escala; e os equipamentos, previamente escolhidos, são entregues aos municípios, mediante formalização de convênio. Desde o início já foram investidos R$ 76 milhões, com a aquisição de 478 veículos e mais de 7 mil equipamentos, que foram distribuídos para 412 cidades. Com esses equipamentos os agentes municipais encontram-se ainda mais preparados para atuarem diante do período de chuvas, além de diminuir o tempo resposta para o atendimento das ocorrências. Ao longo dos últimos três anos a Defesa Civil também obteve um recorde de investimento em obras preventivas, recuperativas e emergências. Ao todo foram investidos cerca de R$ 110 milhões nos municípios paulistas. Exemplo dessas obras é o muro de contenção que está sendo construído na cidade de Franco da Rocha, no local onde houve um grave deslizamento de terra no fim do mês de janeiro e que resultou em 18 mortes. SMS 40199 e Sistema de Alertas Uma importante ferramenta para a prevenção de desastres é o monitoramento realizado pelo Centro de Gerenciamento de Emergências. Com operação 24 horas por dia, o centro conta com meteorologista que acompanha as condições climáticas, emite boletins diários e dispara os alertas para a população sempre que observa condições de tempo adversa. Atualmente cerca de 2,5 milhões de usuários estão cadastrados no SMS 40199, sistema que permite receber na tela do celular alertas meteorológicos e orientações para proteção diante da ocorrência de chuvas, raios ou alguma outra situação de risco. Outra ferramenta de orientação à população é o aplicativo AlertaSP, desenvolvido pela Defesa Civil e disponível em todas as lojas virtuais. Por ele, a população tem acesso aos alertas meteorológicos e a dicas sobre prevenção de desastres.
Leia Mais ...
bottom of page