top of page

Decoração: como planejar uma cozinha organizada e charmosa

Publicado em:
5 de abril de 2021 17:14:46
Atualizado em:
30 de novembro de 2022 17:56:27
Decoração: como planejar uma cozinha organizada e charmosa
Crédito Imagem:

[caption id="attachment_34488" align="aligncenter" width="906"] Imagem: Henrique Ribeiro/Meet Arquitetura[/caption]   [caption id="attachment_34489" align="aligncenter" width="730"] Imagem: Henrique Ribeiro/Meet Arquitetura[/caption]

 

Planejar a arquitetura e decoração de uma cozinha não é fácil. Porém, a partir da composição do espaço até ao estilo dos eletrodomésticos, é possível planejar a cozinha para que ela seja a protagonista da casa. Com um projeto preocupado com os detalhes, pode-se criar ambientes inspiradores e funcionais no dia a dia.

“Um exemplo disso é que todo mundo quer bastante armários, mas, dependendo do espaço, isso pode não deixar a estética bacana”, explica a arquiteta Flávia Nobre. Por esse motivo, é muito importante que a cozinha. Nobre e sua sócia, a designer de interiores Roberta Saes, dão a seguir algumas dicas para deixar a sua cozinha com cara de capa de revista, sem perder a praticidade que este espaço precisa ter no cotidiano.

Necessidades dos donos deve ser fio condutor da cozinha

Nobre explica que antes mesmo de começar a pensar no projeto, é preciso ter duas coisas em mente: a funcionalidade do espaço e os equipamentos mais usados pelos moradores. “Quem vai utilizar essa cozinha, com qual frequência e para que fim são perguntas necessárias para estabelecer como o cômodo vai funcionar”.

Com essas respostas em mente, é mais fácil pensar em quais materiais serão implementados no projeto e ajudará na escolha de  eletrodomésticos e, se necessário for, dos móveis. “Não adianta propor tudo pequeno, mesmo que a cozinha seja pequena, porque isso depende. É preciso adequar e alinhar a questão a partir da rotina, funcionalidade e os eletrodomésticos para o planejamento ser perfeito”, ressalta.

Circulação na cozinha facilitada

Por se tratar de um cômodo que requer praticidade e ser usado por diversas pessoas ao mesmo tempo, é preciso que uma boa circulação seja adotada. Por esse motivo, existem pontos estratégicos que podem ser adotados no planejamento da cozinha .

Um deles, segundo Nobre, é nunca posicionar a geladeira ao lado da pia ou do fogão. “A pessoa precisa dos dois lados da pia: um para escorredor e outro para apoiar alimentos secos. Então é importante garantir a circulação da pessoa que está cozinhando e da pessoa que está lavando a louça”, diz.

No caso das cozinhas que são projetadas com ilha , a arquiteta ressalta a importância de não colocar cuba, por exemplo, de costas para a bancada do cooktop. “Se duas pessoas estiverem trabalhando, uma vai ficar esbarrando na outra. Além disso, é importante respeitar ao menos 90 cm de passagem”, afirma.

Como dica, Nobre afirma que é preciso pensar a circulação perfeita em um triângulo, em que uma ponta está a cuba, na outra a geladeira e, por fim, o fogão ou cooktop.

Escolha os materiais e revestimentos corretos

Saes reforça que, por ser um cômodo funcional, a  cozinha precisa ser de fácil manutenção. Por esse motivo, ela indica que sejam usados revestimentos adequados. “É melhor optar pelos mais simples, que não são tão porosos e, por isso, não retém gordura. Também são acabamentos mais práticos para a cozinha os revestimentos mais lisos, acetinados, com acabamento polido”, explica a designer.

Nobre afirma que, em alguns casos, nem tudo que o morador quer fazer é viável. “Por exemplo, se o morador quiser uma pedra branca, temos que avaliar a rotina e os cuidados dele com as refeições, se essa pessoa será cuidadosa com o estilo do produto e se saberá fazer a manutenção correta”, diz.

As melhores cores para a cozinha

Saes afirma que, como em outros cômodos, o uso de  cores na decoração da cozinha vai de acordo com o que os moradores preferem. No entanto, devido aos eletrônicos e aos armários, é muito importante planejar a harmonização das cores no espaço para que o ambiente não fique poluído ou com uma sensação fechada demais.

“Se o morador busca por algo mais alegre, pode deixar uma parede em destaque e pintá-la da cor desejada”, indica Saes. No entanto, ela explica que, além de dar tom despojado ao espaço, pode simbolizar acolhimento. “Uma cozinha toda branca com revestimentos em tons quentes deixa o ambiente bem mais acolhedor”, afirma.

Menos é mais

A poluição visual é um dos erros mais comuns em cozinhas, já que, sem planejamento, a  decoração fica com muitas informações e também contribuem com o problema. Para Nobre, é importante partir do princípio de que menos é mais, ainda mais quando o ambiente for pequeno.

De acordo com a arquiteta, é interessante evitar o uso de muitas prateleiras, porta tábua ou até mesmo de acessórios de parede. “Vai dar aquela impressão pesada, fica parecendo que tem muito mais coisa do que realmente tem e, consequentemente, o tamanho da cozinha diminui”, explica.

Para auxiliar na composição de um ambiente mais clean, a arquiteta sugere o uso de uma coifa embutida em armário. “Visualmente, teremos um armário contínuo, sem interrupção. Isso instiga a sensação de amplitude”, diz.

Leia Mais ...
bottom of page