top of page

Corte em cestas básicas provoca manifestações e ação judicial

Publicado em:
8 de maio de 2020 17:59:12
Atualizado em:
30 de novembro de 2022 17:56:37
Corte em cestas básicas provoca manifestações e ação judicial
Crédito Imagem:

[caption id="attachment_10137" align="aligncenter" width="1280"] Foto: Arquivo Pessoal[/caption]

A divulgação sobre corte realizado pela Prefeitura de Araçariguama no número de cestas básicas e dos produtos que as compõem e são distribuídas entre os programas da Frente de Trabalho e do GAS, ganhou grande repercussão durante a semana. A administração municipal não emitiu nenhuma informação sobre o assunto, confirmando ou não o ato.

Para muitos leitores, num momento crítico como este em que todos passam dificuldades em razão da pandemia da Covid-19, cortar esse tipo de benefício é visto até como crueldade. A ideia de tirar de quem tem menos causou revolta, principalmente em se tratando de alimentação e gêneros de primeiras necessidades. Pelas redes sociais, não faltaram manifestações contrárias à essa decisão.

Diante da situação, a ex-Presidente do Fundo Social e ex-Secretária da Assistência Social de Araçariguama, Liwia Aymar, resolveu agir e comunicou que por volta das 15h00 de hoje, no Fórum de São Roque, dará entrada à ação judicial chamada de Obrigação de Fazer contra a Prefeitura, para garantir a entrega de cestas básicas completas para os trabalhadores que foram prejudicados, obedecendo contrato de licitação ainda em vigor. “Jamais podemos aceitar cortes em programas sociais em nossa cidade”, afirmou Liwia Aymar.

Perguntada na manhã desta sexta-feira sobre os cortes, a Prefeitura não se manifestou.

 
Leia Mais ...
bottom of page