top of page

CERIM completa 50 anos de fundação em 2020

Publicado em:
23 de agosto de 2020 13:00:50
Atualizado em:
30 de novembro de 2022 17:57:27
CERIM completa 50 anos de fundação em 2020
Crédito Imagem:

A Cooperativa de Eletrificação Rural Itu – Mairinque, com sede no Bairro de Dona Catarina, município de Mairinque, completa neste ano 50 anos de atividades. Sendo uma das mais importantes do ramo em todo o Estado de São Paulo, a CERIM soma conquistas e bons serviços à cada ano.

Para comemorar a passagem desse tão significativo aniversário, o Presidente da CERIM Reynaldo Madureira Alves, decidiu que uma das atividades comemorativas foi a de homenagear funcionários antigos e que se destacaram ao longo dos anos. Momentos marcantes e de muita emoção foram registrados durante as homenagens.

História [caption id="attachment_16030" align="aligncenter" width="887"] Imagem da sede no ano de 1977[/caption]

Em seu site a CERIM traz um histórico completo desde a sua fundação. O Portal Mundo N, prestando homenagens à cooperativa, reproduz alguns trechos que contam um pouco da sua história.

“Em oito de novembro de 1969, um grupo de 31 produtores rurais reuniu-se no antigo prédio da prefeitura de Itu, na rua Barão do Itaim, para a assembleia de fundação de uma Cooperativa de Eletrificação Rural, a Cerim, inicialmente o objetivo era atender as áreas de Itu e Mairinque. Na mesma data, foram eleitos os primeiros presidente e vice-presidente da cooperativa, dois lavradores da região, Abílio Anthero Margarido Pires e Shiguero Nishiyama. Com a renúncia de Abílio Anthero Margarido Pires e Shiguero Nishiyama em 1971, Oswaldo Cottini foi eleito presidente do conselho administrativo da cooperativa, e Bonji Takahashi, que mais tarde se tornaria o titular da primeira nossa primeira unidade consumidora, assumiu a vice-presidência. Um domingo “gelado” e “cinzento” em que se comemorava o Dia das Mães, é assim que alguns jornais da época descrevem o dia 13 de maio de 1973, data em que o “sonho” da energia elétrica se realizou, através da energização da nossa subestação, localizada na Rodovia Castelo Branco, e dos primeiros trechos de rede, construídos com a supervisão do engenheiro americano James Mahoney, que “empresta” seu nome ao nosso salão nobre. Para comemorar esse momento histórico, os fundadores realizaram um churrasco noticiado pela impressa da região. Em 1986 a Cerim alcançava a marca de 1409 cooperados.

[caption id="attachment_16031" align="aligncenter" width="929"] Imagem do ano de 1986, quando a CERIM já somava 1409 cooperados[/caption]

Em 1994, três chapas concorreram à presidência do nosso conselho administrativo; Nova Cerim, Renovação e Cerim 2000 disputaram a eleição que elegeu Paulo Celso de Oliveira (Nova Cerim) como presidente da cooperativa, sendo reeleito por quatro vezes, Paulo Celso teve o maior mandato da história, ocupando a cadeira de presidente por 16 anos. E foi ao longo de seu mandato, que os pinheiros “gêmeos”, símbolos universais do cooperativismo, passaram a fazer parte da nossa logomarca. Para abastecer as regiões de Alumínio, e parte de São Roque e Mairinque, em 1997, foi inaugurada a nossa segunda subestação, localizada às margens da Rodovia Raposo Tavares, na época com 7.500 kvs de potência, o projeto da S.E Raposo é um marco na expansão da área de atuação da Cerim. Apenas a sua fundação, em novembro de 1969, se iguala, em importância histórica, com o dia 11 de julho de 2008, quando a CERIM, ao lado de outras 54 cooperativas de eletrificação rural do Brasil, assinou em Brasília, o Contrato de Permissão para a Prestação de Serviço Público de Distribuição de Energia Elétrica. Já ultrapassando a marca de 6 mil consumidores, a Cerim tornou-se uma Permissionária, passando a exercer suas atividades de distribuição de energia dentro de um “ambiente” regulado, atendendo as exigências do Poder Concedente, através da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) e outros órgãos públicos, igualando-se, em termos regulatórios, com outras distribuidoras de energia. Um ano importante para os nossos consumidores das regiões de Itu, Araçariguama e Cabreúva, na busca pela qualidade do fornecimento de energia para essas localidades, em 2009 foi inaugurada a nossa terceira subestação, localizada no bairro Piraí acima em Itu; um projeto que exigiu o recondutoramento de mais de 15 quilômetros de rede, desde a subestação, até a o bairro Santa Ella em Araçariguama, além da construção do “prédio”, todo esse projeto exigiu um investimento de mais de 400 mil reais. Em 2010, Reynaldo Madureira Alves, depois de 11 anos na vice-presidência, e João Alexandre Dumat elegeram-se com maioria expressiva de votos para a presidência da Cerim; iniciava-se assim, umas das gestões mais promissoras da nossa história, os investimentos na rede ultrapassaram 13 milhões de reais apenas nos três primeiros anos. Reynaldo e Dumat se reelegeram em 2014, confirmando o sucesso de sua administração. No ano de 2016, em que completa 47 anos de fundação, a Cerim celebra a data com o lançamento de uma nova logomarca. A nova identidade visual celebra nosso histórico cooperativista através das cores verde, azul e amarelo; integra o patrimônio cultural da região à sua marca, através da remissão ao Morro do Saboó, além de fazer referência ao setor elétrico, nosso campo de atuação”.

[caption id="attachment_16032" align="aligncenter" width="1094"] O atual Presidente Reynaldo Madureira Alves[/caption] - Parabéns à CERIM e toda sua equipe!  
Leia Mais ...
bottom of page