Anitta
Reprodução/ Instagram
Anitta

Nesta quarta-feira (07), Anitta apareceu nas redes sociais para explicar o motivo de ter cancelado o show que iria fazer na Farofa da Gkay nesta noite. A cantora afirmou que a decisão não foi tomada com base nas últimas polêmicas do evento, como a expulsão de Tirulipa, e sim por questões de saúde.

A cantora é portadora do vírus Epstein-Barr, que pode causar  mononucleose infecciosa, esclereose múltipla ou cansaços excessivos. Anitta afirmou que está bem, mas teve que "respeitar o corpo".

"A maioria da população tem esse vírus, que fica adormecido, mas que ele às vezes ele fica ativo e pode causar um monte de coisa. Eu me via bem de boa, mas achava que algumas coisas que não conseguia fazer era por conta da rotina”, explicou em uma live.

Ela informou que recebeu um diagnóstico de complicações durante a viagem para gravar parte do documentário dela, mas não deu importância. Anitta contou que se preparava para escalar o Everest e, captar o momento, para o longa.

“Eu não dei ouvidos. Quando eu voltei, comecei toda essa questão de médicos e hospital. Muito difícil um diagnóstico, cada hora eu tava com uma coisa, um nódulo no pulmão, muitas coisas acontecendo, pâncreas, então eu dei uma sumida das redes sociais”, disse.

Além disso, a artista se cansou muito trabalhando e, por isso, teve que ficar em repouso. “Eu estou super bem. Só que a gente teve que fazer um exame no dia primeiro para saber como estava. O exame deu negativo e eu fiquei eufórica e falei que podia marcar os shows e eu trabalhei. Foi irresponsável da minha parte e trabalhei bastante nesses outros dias. O que aconteceu foi que eu comecei a me sentir um pouco mal, similar um pouco ao inicio de como eu estava quando cheguei no Himalaia. Não cheguei nem a ir ao Everest”, explicou.

Em seguida, Anitta lamentou as fofocas que apareceram após ela cancelar o show na Farofa:"Me senti muito invadida e desrespeitada das pessoas cogitarem que eu poderia criar um atestado, brincar com saúde, para não ir em um compromisso".

Anitta, então, explicou que, por questões de saúde, tinha que escolher entre cancelar o show da Farofa ou o do Carnatal, que acontece nos dias 9, 10 e 11 de dezembro. "Conversando com a minha equipe e com ela [Gkay] também, depois, a gente entendeu que onde traria menos prejuízo seria a Farofa por ser um evento particular, uma festa, um lugar que tem outras atrações.

A cantora também lamentou por não conseguir ir e por perder o show de Ivete Sangalo. Depois, frisou: "Não tem nada a ver com polêmica nenhuma que esteja acontecendo".

Fonte: Ig.com