top of page

Alexandre Pierroni busca informações do porquê rua que foi asfaltada no Cambará ficou tão estreita

Publicado em:
27 de abril de 2022 21:27:25
Alexandre Pierroni busca informações do porquê rua que foi asfaltada no Cambará ficou tão estreita
Crédito Imagem:

Durante o seu pronunciamento na última Sessão Ordinária da Câmara Municipal, realizada na segunda-feira, dia 25, o Vereador Alexandre Pierroni questionou o Poder Executivo sobre o asfaltamento da Rua Antonio Joaquim de Moraes, localizada na Vila Moraes (Buracão), em São Roque.

O Vereador Alexandre Pierroni apresentou o Requerimento nº 083/2022 solicitando informações relativas a eventual construção irregular e invasão de área pública na Rua Antônio Joaquim de Moraes. “A Prefeitura de São Roque realizou a pavimentação asfáltica da Rua Antônio Joaquim de Moraes, no entanto, diversos moradores me procuraram para reclamar que em alguns trechos a via pública chega a ter menos de cinco metros, o que certamente prejudicará o fluxo de veículos”, diz.

Segundo Alexandre Pierroni, na Lei Municipal nº 2.893/2005, que denomina a referida via pública, consta que ela se inicia na Estrada do Buracão e término no Clube Banco do Brasil, com doze metros de largura e oitocentos e cinquenta metros de extensão. “Ao visitar o local observa-se que um dos motivos que pode ter ensejado a diminuição da largura da Rua Antonio Joaquim de Moraes seja a eventual invasão do espaço público por conta das residências construídas irregularmente, fato que ocorreu após a aprovação da Lei que denominou a referida rua”, esclarece.

Alexandre Pierroni afirma que os motoristas precisam trafegar com cautela, uma vez que é dificultoso passar dois veículos ao mesmo tempo. “Não é possível passar, por exemplo, um carro e um caminhão juntos. Além disso, há risco de acidentes graves entre motoristas e pedestres. A preocupação dos moradores também é com relação a possíveis casos de atropelamentos. Infelizmente essa falta de planejamento da Prefeitura gerou inúmeros problemas para aquela comunidade, inclusive com relação a segurança das pessoas”, explica.

Agora o Parlamentar aguarda a resposta da atual administração, especialmente para saber qual foi o motivo que levou a Prefeitura a deixar a Rua Antonio Joaquim de Moraes com menos de cinco metros de largura.

Leia Mais ...
bottom of page