top of page

Acusado de atropelar e matar criança em Sorocaba reconhece erro durante interrogatório

Publicado em:
15 de setembro de 2022 14:10:10
Acusado de atropelar e matar criança em Sorocaba reconhece erro durante interrogatório
Crédito Imagem:

Menino morreu atropelado por um motorista bêbado em julho de 2021 — Foto: Arquivo Pessoal

Menino morreu atropelado por um motorista bêbado em julho de 2021 — Foto: Arquivo Pessoal

O acusado de atropelar e matar o menino Vinicius Wopp, de 11 anos, em Sorocaba , reconheceu o erro durante o interrogatório realizado na tarde desta quarta-feira (14). O crime de trânsito ocorreu em 25 de julho do ano passado.

O atropelamento foi registrado no bairro Wanel Ville, quando Vinícius saiu com a avó para buscar uma peça de bicicleta e foi atingido por um carro ao atravessar a Rua Paulo Emanuel de Almeida.

Durante o interrogatório, Bruno de Moura Antunes, que responde o processo em liberdade, disse que estava indo buscar a esposa que trabalha em uma cidade vizinha e que estava com o filho no carro. Informou que não viu a criança e que quando percebeu tentou desviar, mas não conseguiu. Disse que quando foi passar o sinal estava amarelo.

Também informou no interrogatório que estava dentro da velocidade permitida, entre 50 e 60 quilômetros por hora e confirmou que havia ingerido bebida alcoólica, cerca de cinco ou seis latas de cerveja.

Bruno também disse que a criança atravessou fora da faixa e que ele não teve visibilidade do menino. Em outra afirmação, ele diz que a criança era a única na faixa.

Depois de atropelar o menino, o acusado disse que viu uma movimentação de pessoas, o filho dele chorou e ele acabou entrando em pânico, saindo do local com medo de alguma represália contra a criança. Ele confirmou que não prestou socorro com medo de moradores e pessoas que estavam na rua.

De acordo com a decisão do juiz Emerson Tadeu Pires de Camargo, de 12 de agosto deste ano, ele negou um pedido da defesa do réu para que o andamento do processo ocorresse pela 2ª Vara Criminal de Sorocaba. Também foi negado um pedido da família da vítima para prisão cautelar do acusado.

O caso tramita pela Vara do Júri desde a decisão da juíza Margarete Pellizari, de outubro do ano passado, que reconheceu a indicação de elementos que se classificam como crime doloso contra a vida. Na época, a defesa do réu não se posicionou sobre a decisão.

Atropelamento

Além do carro ter atingido o menino, o motorista também teria cometido outro acidente após atropelar e matar Vinícius. Ele foi abordado pela polícia e submetido ao teste do bafômetro, que apontou a presença de álcool no organismo. No carro, também estava o filho dele de 7 anos.

O motorista Bruno de Moura Antunes, de 29 anos, teve a prisão preventiva decretada pela Justiça e foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Campinas (SP). No dia 17 de setembro, a Justiça concedeu a liberdade provisória ao réu, mediante ao cumprimento de medidas cautelares.

Vinícius Wopp com a mãe, Priscila — Foto: Arquivo Pessoal

Vinícius Wopp com a mãe, Priscila — Foto: Arquivo Pessoal

Imagens

A Polícia Civil coletou imagens de três pontos, que foram analisadas pelo Instituto de Criminalística. A perícia confirmou que o para-choque encontrado no local do acidente era do veículo de Bruno.

Em imagens gravadas por câmeras de segurança é possível ver que o menino aguardou para atravessar a rua. Quando o sinal fechou, ele começou a atravessar a via e foi atingido.

Imagens mostram momento em que motorista bêbado atropela e mata menino de 11 anos

Imagens mostram momento em que motorista bêbado atropela e mata menino de 11 anos

Família pede justiça

A mãe de Vinícius, Priscila Wopp, estava no culto da igreja no momento em que soube do acidente. A avó do menino viu quando o menino foi atingido.

Em um vídeo enviado à TV TEM, a família mostra o quarto de Vinícius e os pertences que ele mais gostava (veja abaixo).

"Eu só quero justiça, nada vai trazer meu filho de volta. Eu não quero ele solto. Não tenho palavras, meu filho era uma criança incrível. É uma dor que não tem tamanho", contou Priscila na época.
Família de menino de 11 anos que morreu atropelado por motorista bêbado pede justiça

Família de menino de 11 anos que morreu atropelado por motorista bêbado pede justiça

Matéria por: g1 Sorocaba e Jundiaí

Leia Mais ...
bottom of page