top of page

Acne e autoestima: como cravos e espinhas podem abalar emocionalmente àqueles que possuem

Publicado em:
26 de outubro de 2022 17:56:15
Acne e autoestima: como cravos e espinhas podem abalar emocionalmente àqueles que possuem
Crédito Imagem:

Inflamações na pele afetam de famosos a anônimos. Especialista da HTM Eletrônica explica quais os procedimentos mais indicados para o amenizar o problema e ter um rosto mais saudável

Recentemente, a influenciadora Rafa Kaliman publicou em suas redes sociais que já sofreu com problemas de acne, doença de pele que forma cravos, espinhas e pode atingir diferentes faixas etárias, além de afetar a autoestima por conta da aparência e do desconforto que as lesões geram.

Renata Taylor, Fisioterapeuta e Consultora Comercial da HTM Eletrônica, indústria referência no desenvolvimento e fabricação de equipamentos eletromédicos e estéticos, além da questão hormonal, má alimentação e predisposição genética podem ser fatores determinantes para o desenvolvimento de acnes e espinhas, a especialista indica tratamentos que podem ser realizados para ajudar a amenizar essa condição

Rotina skincare 

De acordo com Renata, criar uma rotina de limpeza e cuidados diários com produtos que reduzem a oleosidade, é recomendado para diminuir os poros e auxiliar na ação secativa das espinhas. “A pele do jovem pede produtos adequados, como sabonetes suaves e livres de ácidos, aplicar protetores a base de gel e, caso apareçam espinhas, aplicar um secativo sobre elas”, afirma.

Terapia com Microcorrente

Em alguns casos, com indicação médica, adolescentes podem realizar o tratamento com equipamentos de microcorrentes, o procedimento promove efeitos anti-inflamatórios e cicatrizantes da pele. “Muitos pacientes acompanhados dos pais ao chegarem nas clínicas relatam o uso de produtos comprados em farmácias. Alguns podem prejudicar ainda mais as inflamações na pele”, ressalta a especialista.

Tratamentos com Luz Pulsada

Renata também indica o tratamento de Luz Intensa Pulsada, que emite luz causando a destruição das células afetadas, diminuindo gradativamente a quantidade de acnes, de acordo com o número de sessões realizadas. A especialista ressalta a importância de consultar um especialista, para que o tratamento seja o mais adequado para o quadro específico.

Leia Mais ...
bottom of page