top of page

A nova Chevrolet Montana chegou e vai brigar com Oroch e Toro

Publicado em:
12 de dezembro de 2022 21:12:00
A nova Chevrolet Montana chegou e vai brigar com Oroch e Toro
Crédito Imagem:

Com pré-venda iniciada no dia 1º de dezembro, a nova Chevrolet Montana chega aos primeiros clientes em fevereiro, com preços sugeridos de R$ 134.490 para a versão LTZ e de R$ 140.490 para a configuração topo de linha Premier.

A picape ganhou quatro portas e ficou maior do que a  geração anterior. Olhando a Montana de perto, logo dá para perceber que  ficou um pouco menor do que a Fiat Toro, da qual será rival.

O utilitário da Chevrolet mede 4,72 m de comprimento e 1,80 m de  largura – é, portanto, 24 cm mais curto e 4 cm mais estreio do que o  concorrente da marca italiana. A General Motors ainda não revelou as  demais dimensões, mas podemos adiantar que tem porte semelhante do de  outra futura rival – a Renault Oroch. 


Por fora, a nova Montana chama a  atenção com seu conjunto ótico bipartido – no qual a seção superior é  composta pelas luzes de condução diurna, enquanto a inferior traz o  farol. Trata-se de um design que marca a nova identidade visual da  marca, já presente no Bolt EV e também na nova Blazer vendida nos  Estados Unidos. No caso da versão Premier, faróis e lantlanternas são  full-LED, enquanto os acabamentos da grade e dos frios são brilhantes e  escurecidos, seguindo o estilo “dark chrome”. As rodas de 17 polegadas  também têm pintura escura – na LTZ, esses detalhes são cromados.


Nas laterais, a linha de cintura alta é outro destaque, enquanto na  traseira as lanternas são horizontais e unidas por uma barra preta  brilhante que atravessa a tampa da caçamba e traz a maçaneta embutida.  Por falar na tampa do compartimento de carga, ela é amortecida e conta  com a inscrição Chevrolet em baixo relevo. As duas versões hoje  disponíveis trazem de série uma espécie de santantônio, enquanto a  caçamba tem 874 litros de espaço à disposição. A capacidade de carga  ainda não foi divulgada, mas apuramos que ela será de aproximadamente  600 kg.


A multimídia com tela de oito polegas é integrada ao painel de  instrumentos, que o Tracker RS vendido na China é totalmente digital.  Ela conta com wi-fi dedicado, conexão via Android Auto e Apple CarPlay  sem fio e sistema OnStar de rastreamento. O acabamento interno traz  plásticos duros, porém bem encaixados e de boa aparência, como no  Tracker e no Onix, enquanto os bancos têm revestimento de couro  sintético – na configuração LTZ, a parte central é de tecido. O banco  traseiro tem 1 cm a mais para acomodar as pernas na comparação com a  Fiat Toro, diz a GM. Com o assento do motorista ajustado para mim, que  tenho 1,68 m, o espaço atrás é mais do que suficiente para viajar com  conforto, mas vale destacar: três adultos com estatura semelhante à  minha passam por algum aperto ali. A lista de equipamentos de série  traz, na versão Premier, ar-condicionado digital e automático, seis  airbags, sensor de ponto cego, chave presencial, partida do motor por  botão, recarga sem fio de celular, sensores traseiros de estacionamento,  câmera de ré, faróis e lanternas de LED, monitoramento da pressão dos  pneus e faróis e lanternas de LED.

Leia Mais ...
bottom of page