top of page

“Era uma Vez na América” e “Henrique V”, de Laurence Olivier estão entre as estreias do À La Carte

Publicado em:
22 de maio de 2021 20:18:38
“Era uma Vez na América” e “Henrique V”, de Laurence Olivier estão entre as estreias do À La Carte
Crédito Imagem:

Filme “Era uma Vez na América” (1984) Fotos dos filmes: https://1drv.ms/u/s!AuE8oJHSrL6Uhe5tFJ2T6LL0JwDNog?e=ENr1UQ
Chegam ao cardápio do À La Carte na próxima quinta-feira, 27 de maio, duas pérolas do cinema: “Era uma Vez na América” (1984), muito mais que um épico sobre gangues, a última obra-prima do cineasta italiano Sergio Leone é marcada por grandes atuações (Robert De Niro e James Woods), trilha sonora inesquecível do mestre Ennio Morricone e cenas memoráveis; e o clássico britânico “Henrique V” (1944). Protagonizado e dirigido por Laurence Olivier, este filme marcou a estreia do ator inglês como diretor de cinema e narra um episódio heróico na vida de Henrique V, rei da Inglaterra de 1413 até 1422, quando ele partiu com uma pequena expedição para reivindicar a coroa francesa. Outros dois filmes também passam a integrar o catálogo do streaming que já conta com mais de 400 títulos: a comédia “Humor à Italiana” (1964), que reúne alguns dos nomes mais famosos do cinema italiano da década de 1950, entre eles Totò, Vittorio De Sica, Vittorio Gassman, Ugo Tognazzi e Alberto Sordi; e “Os frutos da paixão” (1981), de Shuji Terayama. Com cenas de sexo fortíssimas para a época em que foi feito, o filme conta com Klaus Kinski e Arielle Dombasle, atriz de "Pauline na Praia", de Éric Rohmer, em algumas dessas cenas. Saiba mais sobre os filmes abaixo: Era uma Vez na América (Once Upon A Time In America) EUA | Itália, 1984, Crime, 229min, 18 anos Direção: Sergio Leone Sinopse: Um ex-gângster judeu da época da Lei Seca retorna ao Lower East Side de Manhattan mais de trinta anos depois, onde mais uma vez deve enfrentar os fantasmas e arrependimentos de sua antiga vida. Curiosidades: Sergio Leone recusou a oferta para dirigir "O Poderoso Chefão" (1972), oportunidade que ele lamentou profundamente ter perdido, e isso pode tê-lo inspirado a ideia de realizar um filme de gângster, inclusive, utilizando de forma notável a técnica de flashback pioneira em "O Poderoso Chefão II" (1974). Robert De Niro solicitou uma reunião privada com o renomado chefe do crime Meyer Lansky para se preparar para seu papel como David "Noodles" Aaronson, mas o pedido foi negado. Este foi o primeiro papel de Jennifer Connelly em um longa-metragem, aos 12 anos na época das filmagens. Henrique V (The Chronicle History of King Henry the Fifth with His Battell Fought at Agincourt in France) Reino Unido, 1944, Biografia, 137min, 14 anos Direção: Laurence Olivier Elenco: Laurence Olivier, Robert Newton, Leslie Banks Sinopse: Henrique V foi o rei da Inglaterra de 1413 até 1422, e se envolveu em um episódio heróico e patriótico. Ele partiu em uma pequena expedição até a França para reivindicar a coroa daquela nação. Só que quando ele chegou a Agingcourt, foi recebido pelo vasto exército francês, não estava nem um pouco disposto a deixá-lo passar. Curiosidades: Protagonizado e dirigido pelo "shakespeariano" Laurence Olivier, este filme marcou a estreia do ator inglês como diretor de cinema. Inseguro quanto às suas habilidades como diretor, o grande ator Laurence Olivier convidou o experiente William Wyler, que o havia dirigido em "O Morro dos Ventos Uivantes" (1939), para dirigir este "Henrique V", mas Wyler, no entanto, recusou a empreitada dizendo: "Se é Shakespeare, deve ser você quem dirige". A filmagem de uma cena de batalha foi interrompida por causa de uma ação real da Segunda Guerra Mundial, quando um grupo de caças britânicos começou a atacar bombardeiros alemães que estavam a caminho de Londres para uma grande destruição, e só, enfim, quando a verdadeira batalha desapareceu de vista, a batalha do filme teve continuidade. Humor à Italiana (Risate All´italiana) Itália, 1964, Comédia, 90min, 14 anos Direção: Camillo Mastrocinque, Registi Vari Elenco: Totò e Fanfulla Sinopse: Sequências de uma série de filmes de quadrinhos italianos produzidos no início dos anos 1960. Em particular, são propostas duas longas sequências dos filmes "La cambiale" e "Totò a Parigi", ambos de Camillo Mastrocinque Curiosidades: O elenco deste filme reúne alguns dos nomes mais famosos do cinema italiano da década de 1950, entre eles Totò, Vittorio De Sica, Vittorio Gassman, Ugo Tognazzi e Alberto Sordi. Os frutos da paixão (Les fruits de la passion) França | Japão, 1981, Drama, 83min, 18 anos Direção: Shuji Terayama Elenco: Isabelle Illiers, Klaus Kinski, Arielle Dombasle Sinopse: Uma menina gosta de um homem mais velho. Ele exige que ela vá em um bordel, como prova de que ela o ama. Curiosidades: Longa considerado como uma sequência do clássico erótico francês "A História de 'O'" (1975). Filme dirigido pelo japonês Shūji Terayama (1935–1983), poeta, dramaturgo, escritor, cineasta e fotógrafo vanguardista, considerado um dos artistas mais ousados e produtivos fora do Japão. Com cenas de sexo fortíssimas para a época em que foi feito, o filme conta com Klaus Kinski e Arielle Dombasle, atriz de "Pauline na Praia", de Éric Rohmer, em algumas dessas cenas.
Serviço: Planos de assinatura com acesso a todos os filmes do catálogo em 2 dispositivos simultaneamente. Valor assinatura mensal: R$ 9,90 | Valor assinatura anual: R$ 108,90 Para se cadastrar acesse: www.belasartesalacarte.com.br e clique em ASSINE. Ou vá direto para a página de cadastro: https://www.belasartesalacarte.com.br/checkout/subscribe/signup Aplicativos disponíveis para Android, Android TV, IPhone, Apple TV e Roku. Baixe Belas Artes À LA CARTE na Google Play ou App Store.
Petra Belas Artes À LA CARTE: O À LA CARTE é um streaming de filmes pensado para quem ama cinema de verdade. Seu catálogo, que já conta com cerca de 400 títulos,e inclui filmes de todos os cantos do mundo e de todas as épocas: contemporâneos, clássicos, cults, obras de grandes diretores, super premiados e principalmente aqueles que merecem ser revistos e que tocam o coração dos cinéfilos. Além de pelo menos quatro novos filmes que entram semanalmente no catálogo, há também a possibilidade do aluguel unitário, que são os Super Lançamentos: um espaço para filmes que estreiam antes dos cinemas; simultâneos ao cinema; filmes inéditos no Brasil, entre outras modalidades. Outro diferencial são as mostras de cinema, recentemente o À LA CARTE trouxe especiais dedicados à cinematografia francesa, italiana, coreana e espanhola. O À LA CARTE foi criado no final de 2019 e integra o Belas Artes Grupo, que inclui também a Pandora Filmes e o Cine Petra Belas Artes, um dos mais tradicionais e queridos cinemas de rua de São Paulo.
Leia Mais ...
bottom of page