top of page

É inegável! - por Edison Pires

Publicado em:
24 de fevereiro de 2024 12:00:00
É inegável! - por Edison Pires
Divulgação
Crédito Imagem:

É inegável que o município de Araçariguama vive importante momento na pavimentação de estradas. Não sei se é o maior, uma vez que não estou na cidade desde sua emancipação e, claro, das primeiras gestões.

Porém, pelo que se tem visto, muitas vias estão sendo contempladas com asfalto, o que é muito bom. Entre elas, aquelas que estrategicamente, em breve, estarão recebendo a chegada de indústrias, ou, aquelas em que as indústrias já instaladas têm interesse em ter à sua porta vias devidamente adequadas para o trânsito pesado dos caminhões que chegam com matéria-prima e os que fazem o escoamento da produção. É inegável ainda, que aquelas vias que não sejam tão estratégicas, devem continuar na fila de espera, independentemente do número de cidadãos que as utilizem diariamente.

É inegável também, que a concretagem de ruas leva maior conforto e segurança a moradores, mesmo sendo uma medida paliativa que, na ponta do lápis não sei se compensa. Mas que atende, isso ninguém pode negar!

É inegável ainda, que há pavimentações e recapes viabilizadas por emendas parlamentares, ou seja, dinheiro vindo através de trabalho político junto às esferas Estadual e Federal. É inegável também, que muito desse trabalho foi realizado em outras administrações. Nessa modalidade de verba, acrescente-se algumas outras obras de vulto um pouco maior que estão ocorrendo, sem custo para a cidade.

Ainda em se tratando de verbas vindas de fora, é inegável que muitos equipamentos (máquinas, tratores e até ambulâncias), além de dinheiro para investimentos na Saúde (equipamentos e até reforma), chegam de graça ao município, ou seja, a Prefeitura não tem gasto para comprar nada disso. É só usar! Por isso, é inegável que sobre dinheiro em caixa, né?

Continuando minha lista "é inegável", é inegável que - coincidentemente ou não - a grande maioria das obras está ocorrendo em período pré-campanha, ou seja, deixando a impressão de que se mantém aquela velha tradição praticada por políticos arcaicos e nada contemporâneos (de novo não tem nada!), que guardam para a reta final do mandato tudo aquilo que poderiam ter feito antes, em detrimento do povo.

É inegável também que todas as obras que estão ocorrendo são importantes para a cidade e, por esse motivo, são bem-vindas. Afinal de contas, algo tem que ser feito, já que a grande maioria da população que acreditou no trabalho proposto aguarda que suas expectativas, por mínimas que possam ser, sejam atendidas.

É inegável ainda que, se a grande parte das obras que estão ocorrendo são fruto de dinheiro vindo do Estado ou da Federação, imagine, amigo leitor, como a cidade poderia estar se houvesse um pouco mais de investimento de recursos próprios do município. Imagine o quanto a vida do cidadão, principalmente daquele que depende dos serviços públicos, poderia estar melhor assistida se sobrasse mais recursos para atender suas necessidades? Afinal de contas, Araçariguama tem um Orçamento superior a R$ 200 milhões para atender uma população de pouco mais de 23 ou 24 mil habitantes (para o IBGE, é pouco menos de 22 mil). Proporcionalmente, é um dos Orçamentos mais ricos de toda a região. Tenho certeza de que se fosse melhor administrado, evitando gastos excessivos em alguns setores, como folha de pagamento, todo esse dinheirão poderia render mais e a cidade poderia estar diferente, como foi prometido.

É inegável também, que há muito não se vê um único investimento que prepare o município para o futuro. São apenas alguns parcos recursos em adaptações aqui e outras ali. Mas dizer que o município vem recebendo planejamento para os próximos 10 ou 15 anos, não vejo nada. Se existe tal planejamento, ele não tem a devida divulgação, mantendo-se restrita a seguidores de redes sociais. Sem ampla divulgação, não há amplo conhecimento!

Por tudo isso que foi dito, além de outras coisas que ficaram de fora, é inegável que o município de Araçariguama poderia estar numa situação melhor. Não estou dizendo que a culpa ou responsabilidade seja somente deste governo. Se olharmos para trás, essa falta de investimentos e planejamento se arrasta já há algum tempo. Nossas ruas continuam estreitas e cada vez menos capazes de atender ao trânsito de veículos que cresce ano a ano. Não temos uma única avenida funcional. Não temos uma alternativa viária que desvie o trânsito de caminhões pesados da área urbana densamente povoada e de portas de escolas. 

É inegável que dinheiro (uma fortuna como tem Araçariguama) não é tudo, se não for bem usado!

Enfim, Araçariguama deixou de avançar, mesmo sendo uma cidade rica com um Orçamento milionário, que é cobiçado até mesmo por cidades maiores, como já me foi confidenciado.

Finalizando, é inegável que Araçariguama precisa de mais atenção urgente!

Edison Pires


Leia Mais ...
bottom of page