top of page

"Não fosse o ato heroíco dela, a tragédia seria maior", diz secretário de segurança sobre professora

Publicado em:
27 de março de 2023 17:45:00
"Não fosse o ato heroíco dela, a tragédia seria maior", diz secretário de segurança sobre professora
Crédito Imagem:

De acordo com a Polícia Militar, o alvo principal do garoto de 13 anos não foi à escola no dia do atentado

RESUMINDO A NOTÍCIA

  • Adolescente de 13 anos esfaqueou alunos e professores em escola na zona oeste de SP.

  • Três professores e dois alunos ficaram feridos; uma docente não resistiu e faleceu.

  • A professora de educação física foi quem conseguiu imobilizar o garoto e tirar a faca da mão dele.

  • Ela salvou a vida de uma professrora e foi considerada uma heroína.

A professora de educação física foi responsável por imobilizar o adolescente de 13 anos que atacou e esfaqueou quatro professores e dois alunos na Escola Estadual Thomazia Montoro, localizada na rua Doutor Adolfo Melo Júnior, na Vila Sônia, zona oeste de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (27).

A mulher impediu que o adolescente continuasse deferindo golpes contra uma das professoras. Ela imobilizou o agressor e, com a ajuda de outra funcionária, tirou a faca das mãos dele. "Não fosse o ato heroíco dela, a tragédia ia ser maior", afirmou Guilherme Derrite, o secretário de Estado da Segurança que acompanha o caso.

A funcionária que foi salva pela professora de educação física foi esfaqueada mas encontra-se em estado estável. Outras duas professoras foram atingidas superficialmente e estão bem. Dos dois alunos feridos, um está estável e já foi atendido. O outro está em estado de choque.

“A gente conseguiu uma heroína hoje, que conteve o aluno. [...] A diretora Vanessa está em estado de choque, a escola está muito triste. Difícil saber o motivo agora. A ronda escolar foi acionada e chegou em três minutos. Chegaram e fizeram a apreensão desse aluno. [...] Já era aluno dessa escola e voltou em 15 de março", informa o secratário de educação, Renato Feder.

Professora morre esfaqueada

Segundo os alunos que presenciaram o ataque, a profesora identificada como Elizabeth, de 71 anos, foi a mais atingida, sendo esfaqueada no braço, nas costas e na cabeça. A idosa chegou a ser socorrida em parada cardiorrespiratória ao Hospital das Clínicas, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A informação foi confirmada pelos secretários de Estado da Educação, Renato Feder, e da Segurança, Guilherme Derrite, durante coletiva de imprensa em frente à unidade escolar

Adolescente premeditou o crime

A polícia acredita que o adolescente, identificado como Guilherme, de 13 anos, tenha premeditado o crime. Ele teria feito postagens nas redes sociais informando que "se vingaria".

Uma aluna explicou que a briga entre os dois estudantes envolvidos começou na semana passada e, hoje, o agressor teria levado uma faca para se vingar.

O alvo principal do adolescente teria faltado às aulas no dia do ataque. Outra vítima foi atingida, mas sofreu um corte superficial, conforme os agentes de segurança. O estado de saúde dele ainda não foi informado.


Fonte: R7.com

Leia Mais ...
bottom of page